Page Nav

HIDE

CLDF - Campanha Abuso Não

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


BRASÍLIA - Dono de carro de R$ 1,2 milhão coleciona condenações por fraudes

Basile George Pantazis foi investigado em 2010 por suposta participação em licitações e contratações promovidas pelos Correios


O proprietário do Ford GT avaliado em mais de R$ 1,2 milhão que se chocou contra um poste na QI 11 do Lago Sul, ontem, Basile George Pantazis, tem um currículo de condenações por fraudes fiscais no Paraná, onde manteve duas empresas de comércio e importação de produtos. Uma delas, a Distribuidora de Manufaturados (Dismaf), foi inabilitada pela Empresa de Correios e Telégrafos (ECT), em 2010, de participar de licitações e contratações promovidas pela estatal. 

A penalidade, que ampliou a impossibilidade de a firma licitar com qualquer ente público, foi estabelecida pela Central de Compras dos Correios sob a justificativa de que a Dismaf manteve conduta irregular durante a execução de contratos firmados com estatal. A inabilitação, de validade de cinco anos, se expira hoje. À época, a Dismaf fornecia bolsas para os carteiros da empresa.

Com essa decisão, Basile teve cancelado um grande contrato firmado com a Valec, empresa pública vinculada ao Ministério dos Transportes que explora a infraestrutura ferroviária no país. A Dismaf venceu duas concorrências para a compra de trilhos de trem para a Ferrovia Norte-Sul, em 2006 e 2009, mas o negócio não foi para frente por conta da inabilitação imposta anteriormente. Caso mantivesse a disposição de contratar a Dismaf, a Valec engordaria os cofres da empresa substancialmente.


Basile possui um alto padrão de vida em Brasília, onde mora no Lago Sul. Ele é ligado ao PTB, embora tenha se desfiliado do partido em 2005. Até essa época, era um representante de confiança diretamente ligado ao presidente da legenda no DF, Gim Argello. Avaliado em R$ 1,2 milhão, o Ford GT com que ele se chocou contra um poste tem uma base de cálculo para apuração do IPVA menor, de R$ 341,1 mil. Apesar disso, o imposto não deixar de ser salgado: R$ 10,2 mil por ano. Nas redes sociais, familiares do empresário exibem fotos em locais turísticos concorridos. Antes do acidente, segundo policiais, Basile percorreu outro ponto turístico badalado na capital, o Pontão do Lago Sul, a bordo de seu Ford GT. Mas antes de chegar ao topo, Basile deu seus pulos em busca de um atalho para a riqueza.

A reportagem tentou contato com Basile pessoalmente em sua residência, mas foi informada de que o empresário não estava em casa. Gim Argello também foi procurado, mas não atendeu às ligações.

Em 1997, como sócio da Power Brandas Comércio Importação, Exportação e Representação, o empresário fraudou a declaração de importação de mercadorias dos Estados Unidos de forma a sonegar o Impostos sobre Produtos Industrializados (IPI) e o Imposto de Importação (II).Em 1999, o esquema voltou a operar, durante a retirada de mercadorias importadas da Ásia pela Power Brands.

O acidente
O carro de Pantazis, 51 anos, bateu em um poste na altura da QI 11 do Lago Sul, no fim da tarde desse sábado (28/3), por volta das 16h30, de acordo com a policiais que estavam no local. O carro é um Ford GT, com pintura da Gulf Racing na cor azul clara, com um número oito na altura da porta. Veículo com pouquíssimas unidades no país. De acordo com Ivana dos Santos, que trabalha no posto em frente à Península dos Ministros, o motorista passou pelo estabelecimento, na QI 11, acelerou e foi trocar de faixa quando perdeu o controle do veículo. "Ele acelerou e o carro rodou na pista, quando conseguiu colocar o carro no sentido da via, já estava de frente para o poste e bateu". 

Basile, que estava acompanhado da esposa, saiu imediatamente do carro após a colisão, e, com a ajuda de algumas pessoas que passavam pelo local, tirou sua mulher, que estava muito abalada. Nenhum dos dois se feriu. No teste do bafômetro foi constatado que o motorista não estava embriagado. Por causa do acidente, várias quadras da cidade ficaram sem luz.

De acordo com a assessoria de imprensa da CEB, a empresa calculará o valor do poste derrubado e os custos técnicos da companhia, que deverão ser pagos pelo motorista.

Velocidade é ponto alto
O Ford GT é um carro apreciado pela velocidade. Pesando aproximadamente 1,5 tonelada, ele vai de 0 a 100km em 3,5 segundos, a uma velocidade máxima de 330km/h. Ele tem motor V8 5.4 Supercharged com 558cv e 69kgfm de torque. Foram feitos 4.038 exemplares de 4.500 planejados, ao custo de U$ 400 mil (R$ 1,2 milhão). O carro não e comercializado no Brasil, sendo vendido principalmente nos Estados Unidos. Para guiá-lo, o condutor não precisa de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) específica.



Com informações de Manoela Alcântara e Renata Rios

Nenhum comentário




Latest Articles