Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


Santa Maria de Luto - Morre Ezenilton José

Morreu na madrugada de hoje (06/03), uma das maiores lideranças comunitárias de Santa Maria. Ezenilton José dos Santos foi um dos moradores pioneiros da cidade, um dos poucos que realmente fez trabalhos comunitários junto aos moradores. Ele também se destacou na qualidade de grande liderança política, ao pondo de marcar sua passagem pela área, candidatando-se nas eleições passadas ao cargo de deputado distrital, quando recebeu 356 votos. Ezenilton deixa o legado de amor pela cidade a qual sentia orgulho em fazer parte da história.  O corpo será velado no cemitério do Gama, no domingo a partir das 13h. e o sepultamento ocorrerá as 16h.

Ezenilton era casado, pai de 06 filhos, natural de Ipiaú-BA, atualmente ocupava o cargo de 1º Secretário da ANALC (Associação Nacional do Líderes Comunitários), bem como havia retornado ao GDF, nomeado pela Secretaria de Esportes e exercia suas funções no Centro Olímpico da cidade. Residia em Brasília a 40 anos e em Santa Maria, chegou em meados dos anos 90. Ezenilton era considerado de grande destaque nas atividades comunitárias, sempre esteve realizando vários trabalhos comunitários e sociais em locais tais como: como igreja, hospital, escola, centros comunitários, órgãos públicos e junto a amigos, bem como foi um dos principais servidores de todos os tempos da Administração Regional de Santa Maria, local que trabalho por mais de 16 anos e exercia a função de “Severino” (ocupação que ela repetidamente dizia exercer), pois fazia de tudo um pouco no órgão, conhecida cada pedacinho de cada  seções. Não se eximia em dizer que “quem deu a luz à Administração foi ele” (Ele é quem fazia os reparos nas instalações elétricas do órgão). O falecimento deste ilustre homem enluta a população santamariense. Na última semana foi agraciado com um reconhecimento oferecido pela CLDF, pelo relevantes serviços prestados para a comunidade.

Após vários meses fora do governo, enfim Ezenilton retornou ao serviço público para continuar exercendo as suas funções. Tinha prazer de trabalhar. “Sem serviço eu não sou ninguém”, dizia.

Humilde e sempre sorridente, Ezenildo era incapaz de pronunciar a palavra “NÃO” a quem lhe procurava a pedido de algum auxílio, mesmo que essa ajuda pudesse lhe causar algum transtorno. Dizia que era um prazer ajudar um amigo.
Com a morte de Ezenilton, Santa Maria perde mais um pedaço da sua história, pois antes dele, foram Saracura, Mariana, Heitor, Dalvino, entre outros líderes que fizeram parte da história da cidade.

Em comento: Na semana passada estávamos conversando o jornalista Vital Furtado e eu, sobre os líderes da cidade e no meio da conversa comentamos sobre a morte de lideranças locais e citamos o nome de alguns que fizeram parte verdadeiramente da história da cidade. Ao relatar o nome de alguns, Vital me disse que esperava que a cidade não sofresse o “baque”. Ficou a pergunta no ar: Quem será o próximo? Infelizmente foi a vez do nosso amigo Ezenilton. Esses acontecimentos nos deixa fortes e na certeza de que nessa vida não somos tudo e sim uma parte da história. De Deus viemos e para Deus voltaremos. Somos escolhidos pelo Pai para passar uma temporada nesta Terra e em pouco tempo somos chamados de volta para o lado de Daquele que nos criou. Descanse em Paz amigo.








Um comentário

Anônimo disse...

O Zénilton era o mais gente boa dessa turma, amigo pra toda hora...., o Fillipelli promete e não cumpre nada, o Marcinho foi o administrador mais ladrão de Santa Maria,o Paulo Paratu pensa que é político.




Latest Articles