Polícia Militar Ambiental prende homem que gravou vídeo cortando a cabeça de um pássaro com tesoura

O homem foi localizado e preso após denúncias anônimas
O homem foi localizado e preso após denúncias anônimas
Na tarde desta última quinta-feira (03) a Polícia Militar Ambiental prendeu o autor de um dos vídeos chocantes que circularam pelas redes sociais nos últimos dias. Após denúncias anônimas o homem foi detido por maus tratos e por matar um animal silvestre depois que o vídeo de um pássaro sendo decapitado com uma tesoura repercutiu nas redes sociais. De acordo com a polícia, o crime ocorreu em Arujá (40 km de São Paulo), mas o indivíduo se mudou para Itaquaquecetuba por causa das ameaças que vinha recebendo. As imagens gravadas que é encontrada no YouTube com a descrição “homem cortando a cabeça do Trinca Ferro” mostram o indivíduo reclamando que foi enganado por quem lhe entregou um pássaro silvestre da espécie Trinca Ferro. Em seguida ele corta a cabeça do animal. Segundo a polícia, ele mandou as imagens para a pessoa errada e o vídeo começou a ser compartilhado desde sexta-feira (27). Alguns dias depois ele gravou outro vídeo pedindo perdão e contando a preocupação por causa das ameaças à família. O homem foi levado à uma delegacia em Mogi das Cruzes onde foi autuado em R$ 6 mil e vai responder em liberdade. Se o juiz entender ainda que a pessoa que filmou colaborou de alguma forma, ela também poderá ser enquadrada no mesmo crime.

Fonte - Plantão Policial

Postar um comentário

0 Comentários