Vereador BB é reeleito presidente da Câmara

Incógnita sobre o resultado futuro da eleição que definiu o novo chefe do legislativo novogamense paira sobre a cidade. Na mesma mesa estão sentados apaixonados e algozes de Sônia Chaves. 



Na manhã da quarta-feira (05/11), o vereador Gessivan Diniz dos Santos, popularmente conhecido por “BB” (PSDB) foi reeleito presidente da Câmara Municipal de Novo Gama para o mandato de um ano. Ele recebeu 11 votos, enquanto 4 outros vereadores votaram contra a sua reeleição. 

O vereador concorreu em chapa única ao pleito que vai de 2019 a 2020, em uma sessão “Vapt-Vupt”, que durou cerca de 10 minutos e que definiu ainda a nova mesa diretora da casa de leis que passou a ter a seguinte composição: Presidente - vereador Gessivan Diniz dos Santos, “BB” (PSDB); vice-Presidente - vereador Raimundo Nonato de Medeiros “Medeiros” (Podemos); 1° Secretário - vereador Cícero Santos Dias “Pr Cícero” (PRB); 2° Secretário - vereador Christovam Machado (SDC); 3° Secretário - vereador Lucimar Bonfim Silva “Pelé” (PR); 4°secretário - vereador José Lopes Silva “Zé Lopes” (DEM). 

Votaram na chapa, além dos eleitos, os vereadores Celso Carvalho, Roberto de Vicentin, André Logus. Ricardo Constru e Cid da Meio. 

Já os vereadores Claudio Big Lar, Ilma do Baduca, Neto Dantas e Adriano do Transportes votaram contra a chapa encabeçada por Gessivan. 

Considerada a chapa apoiada pela prefeita, a composição vitoriosa poderá ser uma faca de dois gumes, isso partindo do princípio de que, se a nova mesa diretora continuar mantendo uma câmara submissa ao executivo a exemplo de como os trabalhos ocorreram durante o primeiro mandato do vereador BB a frente do legislativo, a chefe do executivo Sônia Chaves (PSDB) poderá enterrar supostos nomes venham disputar a prefeitura em 2020, como são os casos dos vereadores Pelé e Cristovam Machado, tidos como principais algozes da prefeita no município. 

Todavia, se o vereador Cristovam manter a sua postura oposicionista, a prefeita poderá ter dado um tiro no próprio pé e amargar um ano de arrependimento, mas isso só o tempo poderá mostrar o resultado. 

A pergunta que fica e que não quer calar é: Qual serão os posicionamentos dos vereadores Christovam Machado e Pelé a partir de 1° de janeiro de 2019? Com a palavra o “TEMPO”.


Fonte - Madeirada News

Postar um comentário

0 Comentários