Garota desaparecida é achada pela família após ser reconhecida por motorista de aplicativo em SP

Jovem de 14 anos ficou sete dias longe de casa e foi identificada após deixar de pagar corrida. Para familiar, ela fugiu de casa por influência de ‘más companhias’.

Por G1 Santos
Após calote em motorista, jovem desaparecida em SP é encontrada em São Vicente, SP — Foto: Arquivo Pessoal
Familiares de uma estudante de 14 anos que desapareceu na última terça-feira (19) depois de sair para um curso de maquiagem em São Vicente, litoral de São Paulo, encontraram a garota nesta terça-feira (26).

A adolescente foi achada depois de ser reconhecida por um motorista de transporte de aplicativo que fez uma corrida com ela nesta segunda-feira e a deixou no lugar onde a menina estava escondida. O motorista sabia do desaparecimento e avisou a familiares da garota onde ela estava.

Segundo o G1 apurou, a jovem iniciou a corrida pelo aplicativo acompanhada de uma amiga, e as duas saíram do veículo sem pagar. O motorista, no entanto, percebeu que uma delas era a adolescente desaparecida e entrou em contato com a família.

De acordo com informações de familiares, as amigas tinham deixado a casa onde estavam escondidas e solicitaram o transporte por aplicativo para encontrar um amigo. Como não conseguiram localizá-lo no lugar combinado, as duas retornaram ao endereço de origem, momento em que deixaram veículo sem fazer o pagamento.

Em entrevista ao G1, um familiar da menina, que preferiu não se identificar por medo de represálias, disse que ela estava "irreconhecível" quando foi encontrada. Para ele, a jovem fugiu de casa influenciada por 'más companhias'.

"Ela emagreceu muito. Quando eu a vi, quase não a reconheci. Estava muito magra. Graças a Deus está tudo bem agora e ela está em casa", afirma.

Nesta terça-feira, um novo boletim de ocorrência foi registrado no 1º Distrito Policial de Cubatão. Desta vez, o BO informa as autoridades sobre o aparecimento da jovem. O caso segue sob investigação da Polícia Civil.

Sumiço
Moradora de Cubatão (SP), a estudante saiu de casa na última terça-feira (19) por volta das 17h para ir ao curso de maquiagem. A mãe notou a ausência da filha e entrou em desespero quando chegou de volta à residência, por volta das 23h.

Segundo a mãe da adolescente, só no dia seguinte ela teria conseguido contato com o celular da filha. No entanto, as mensagens enviadas pareciam ser de outra pessoa, que estaria se passando pela menina e pedia para que deixassem de entrar em contato porque ela não queria ser localizada.

Desde então, a família se mobilizou em busca da adolescente. Familiares chegaram a ir até Itariri, no interior do estado, em busca da garota após receberem informações supostamente falsas de que ela teria sido vista em uma casa no município.


Fonte - G1/Santos e Região

Postar um comentário

0 Comentários