Depois de abusar de enteada, padrasto oferece R$ 1 mil para estuprá-la

Ele já havia sido acusado de estuprar a própria filha; no novo caso, embebedou a adolescente para cometer o abuso


Um homem de 43 anos foi preso nessa terça-feira (23) acusado de abusar sexualmente da enteada, de 14 anos, e, alguns dias depois, oferecer R$ 1 mil para estuprá-la. Na proposta, ele ameaçou deixá-la em um local isolado, sozinha. Com a recusa da menina, ele assim o fez.

O caso aconteceu na Estrada do Aricá, zona rural de Cuiabá, próximo a Santo Antônio do Leverger (50 km da Capital).

Conforme a Polícia Militar, nessa terça-feira o padrasto chamou a enteada para fazer um serviço. Porém, no trajeto, desviou e foi para a Estrada do Aricá, local mais isolado.

Em determinado momento, ele disse para a menina: “Te darei R$ 1 mil para transar comigo. Ou você transa comigo, ou ficará aqui”, diz trecho do boletim de ocorrência.

A adolescente recusou-se a manter relação com o padrasto e, por isso, foi abandonada na estrada. Em seguida, o suspeito fugiu, deixando a menina sozinha.

Uma pessoa viu o suspeito abandonando a adolescente na estrada e acionou a polícia.

Ela contou aos militares que, na semana passada, o padrasto a havia obrigado a consumir bebidas alcoólicas e abusou sexualmente dela, acariciando-a e ejaculando em seus seios.

Assim que encontrada pelos policiais, a adolescente indicou a direção para qual o padrasto havia fugido, em um HB20 prata. Ele foi localizado no Bairro Jardim Passaredo, em Cuiabá, detido e encaminhado para a Central de Flagrantes.

Na delegacia, os policiais checaram o nome dele e descobriram que ele já tinha passagens por estupro e que a outra vítima tinha sido sua própria filha.

O homem foi preso, acusado de estupro, e o carro dele foi entregue para a esposa, mãe da vítima.

Foto: PMMT


Fonte - OLivre

Postar um comentário

0 Comentários