DISTRITO FEDERAL Frotas das polícias Civil e Militar serão reforçadas com 197 veículos

Licitação para PMDF inclui 135 motos, seis reboques e seis ambulâncias. Na PCDF, são 46 viaturas e quatro carros descaracterizados

GIOVANNA BEMBOM/METRÓPOLES

Em meio à onda de violência que vive o Distrito Federal, as forças de segurança receberão reforço de equipamentos. Três pregões eletrônicos estão em curso para renovar parte da frota de veículos das polícias Civil e Militar. O investimento total para viaturas com celas, carros descaracterizados, ambulâncias e motocicletas é de R$ 20 milhões.

As previsões ocorrem em meio a uma série de casos que chocaram os brasilienses. Os últimos de maior repercussão envolvem o assassinato do padre Kazimerz Wojno, mais conhecido como padre Casemiro, 71 anos, na noite de sábado (21/09/2019); e a morte da advogada Letícia Curado, 26, morta pelo maníaco Marinésio dos Santos Olinto, 41, acusado de atacar várias mulheres no DF.

O Diário Oficial do DF de segunda-feira (23/09/2019) tornou público o resultado do Pregão Eletrônico nº 27/2019, que tem como objeto a aquisição de 135 motocicletas para a Polícia Militar, além de seis carros de reboque. O valor total é de R$ 7,8 milhões. As motos destinadas às ruas ou a ambientes rurais são de modelo Maxi Trail ou Big Trail , com 600 a 1.000 cilindradas. A empresa vencedora foi a Triumph.

Para a aquisição de reboques, a homologação foi em nome da JH Borges Comércio, Indústria e Serviços. Há ainda a previsão de compra de seis ambulâncias, no valor R$ 1,3 milhão. A vencedora foi a Nigris Distribuidora de Veículos.
Licitação liberada

A Polícia Civil também contará com veículos novos. Na última quinta-feira (19/09/2019), o Tribunal de Contas do DF (TCDF) liberou a continuidade de licitação para a aquisição de 46 veículos, tipo SUV, diesel, com cubículo e a compra de quatro carros descaracterizados. O total é de R$ 10,4 milhões. Cada veículo está estimado em R$ 210 mil.

A Corte de Contas havia suspendido as compras cautelarmente, em 3 de setembro, por ponderar que a previsão de subcontratação de empresa para prestar parte do serviço, como a adaptação dos veículos com cubículo, precisava de esclarecimentos. A PCDF respondeu aos quesitos e manteve o item do contrato. Entre as justificativas, estava a explicação que fazer esse serviço em separado poderia acarretar a perda de garantia dos carros.

O plenário do TCDF considerou as ponderações válidas e liberou o certame. “Nossos veículos estão com mais de cinco anos. Temos 70% da frota obsoleta ou antieconômica. É uma frota envelhecida. A renovação é parte de nossas reivindicações”, explicou o presidente do Sindicato dos Delegados da Polícia Civil do Distrito Federal (Sindepo-DF), Rafael Sampaio.

Outras ações

Nesta segunda-feira, durante a missa e velório do padre Casemiro, morto após suspeita de latrocínio no sábado (21/09/2019), nas instalações da Paróquia Nossa Senhora da Saúde, na 702 Norte, o governador Ibaneis Rocha (MDB) ressaltou os investimentos feitos na área de segurança pública: “Reabrimos delegacias, contratamos peritos e policiais”. Disse ainda que vai recompor os quadros das corporações.

No início do mês, 83 peritos criminais tomaram posse em cerimônia no Palácio do Buriti. Na ocasião, Ibaneis anunciou ainda a autorização para o concurso de 1,8 mil agentes de polícia, sendo 600 vagas imediatas e 1,2 mil de cadastro de reserva. Para a Polícia Militar, prometeu convocar, em janeiro de 2020, 100 oficiais e 750 praças para o curso de formação.

Fonte - Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários