CIDADES Projeto doa mais de 7 mil máscaras face shields para hospitais públicos do DF

O grupo foi fundado por voluntários com o objetivo de ajudar os profissionais de saúde que atuam na linha de frente no enfrentamento do Coronavírus 


O projeto Brasília Maior que o Covid (BMC), que iniciou nas redes sociais, está atendendo parte da demanda da rede pública de saúde do Distrito Federal por equipamentos de proteção individual. Em pouco mais de um mês o BMC já produziu 7,5 mil máscaras do tipo face shield (escudos de proteção em acrílico), que estão sendo distribuídos gratuitamente para hospitais públicos do Distrito Federal.

O grupo foi fundado por voluntários com o objetivo de ajudar os profissionais de saúde que atuam na linha de frente no enfrentamento do Coronavírus (COVID-19). A atuação do BMC é na produção de materiais de proteção, como face shields, máscaras descartáveis, óculos, entre outros.

O projeto também confeccionou cerca de 1,2 mil máscaras de tecido e aproximadamente quatro mil máscaras cirúrgicas. Para o médico residente do Hospital Universitário de Brasília (HUB), Pedro Henrique Morais, coordenador do projeto, a produção em larga escala só foi possível graças à dedicação dos voluntários e doadores. “O BMC é um movimento que faz a diferença, pois se pauta totalmente em uma corrente de solidariedade, em que as pessoas doam tempo, dinheiro e energia para ajudar no combate ao Coronavírus”, explica Morais.

Foto: Divulgação/BMC

O grupo de voluntários também passou a contar com apoio de instituições e empresas, como a Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), a qual cedeu o espaço para a montagem das máscaras; a Rotoplast, responsável pela confecção do suporte de plástico utilizado nos produtos; e a Voetour, que realiza o transporte aéreo do material doado.

O trabalho do BMC continua. A meta do grupo é produzir cerca de 17 mil máscaras protetoras faciais, quantidade necessária para atender toda demanda da rede pública de saúde do Distrito Federal.


Fonte - Redação Jornal de Brasília

Postar um comentário

0 Comentários