Saúde do DF faz dispensa de licitação para comprar prótese de bumbum

De acordo com a pasta, decisão se dá para cumprir ordem judicial a fim de atender paciente com dores crônicas e evitar incapacidade laboral


A Secretaria de Saúde determinou, nessa quarta-feira (04/06), a compra de um par de prótese de bumbum com dispensa de licitação. Na prática, o instrumento autoriza a aquisição do material sem concorrência pública e pelo menor preço apresentado até a data de encerramento do edital.

De acordo com a pasta, a transação, classificada como emergencial, atende a uma decisão judicial para auxiliar um paciente com dores físicas e risco de perdas de funções corporais. Apenas depois da abertura das propostas é que o Governo do Distrito Federal (GDF) saberá o valor a ser gasto com o material (veja nota abaixo).

A intervenção cirúrgica para implante de prótese glútea é realizada após anestesia local ou geral, a depender do quadro clínico do paciente, e tem a duração média de uma hora e meia. As próteses são feitas de silicone, parecidas com as de mama, e são fabricadas em formatos redondos e ovais.

Geralmente, para a cirurgia, uma pequena incisão com cerca de cinco a seis centímetros é feita na região do bumbum para a introdução dos implantes direito e esquerdo. Nesse momento, o material é posicionado dentro do músculo maior. A cicatriz costuma ser discreta e na região do cóccix.

Determinação judicial

Por nota, a Secretaria de Saúde esclareceu que “o juiz determinou à pasta a aquisição de prósteses para paciente por consequência de sofrimento psíquico, dores físicas, incapacidade laboral, risco de perda de função, risco permanente se não tratado”.

Ainda conforme o texto encaminhado ao Metrópoles, “a dispensa é para aquisição de um par de prótese glútea de silicone. O valor só será conhecido após a apresentação das propostas”.


Fonte - Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários