MPF recebe denúncia após Sikêra Jr. sugerir extinção da Cracolândia

Ativista de direitos humanos solicita retirada do conteúdo da internet e ainda "pedido de desculpas" do apresentador e da emissora nacional

Reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) recebeu, na tarde da última sexta-feira (11/4), uma denúncia contra o apresentador Sikêra Jr., do Alerta Nacional, após publicar vídeo com trecho do programa da Rede TV!, em que diz saber como “acabar com a Cracolândia”. O autor do pedido é Vini Caetano, ativista e defensor das organizações sociais e população em situação de rua.

“O apresentador, em tom de deboche, disse que ele saberia como acabar com a Cracolândia, juntando cinco ou seis amigos, além de não colocar impressa, nem câmeras e ninguém filmando, e que encheria de balas aquelas pessoas. Ele usou o tom de bala de borracha para que não fosse interpretado errado, mas entendemos que foi uma incitação ao ódio que resultou comentários no YouTube com atrocidades”, argumentou o ativista.

De acordo com Vini Caetano, o posicionamento do comunicador em meio de comunicação é “preocupante”. “Essa visão ‘higienista’ pode acarretar em falas mal interpretadas ou mesma em tom de brincadeira. Tenho medo que a liberdade de expressão tenha se tornado liberdade de agressão. Ninguém merece tomar bala nem que for de borracha”.

O ativista solicita em no documento “um pedido de desculpa” do apresentador e da emissora veiculado nacionalmente, além da retirada do vídeo do ar.

Com falas polêmicas, o apresentador já foi processado pela Xuxa por difamação. Ela havia criticado o jornalista por debochar de uma reportagem que relatava um caso de zoofilia, no qual um homem estuprava uma égua. Em seu programa, ele chamou a apresentadora de pedófila e a acusou de fazer apologia às drogas. A Justiça, contudo, negou a ação.

Veja o vídeo:



Fonte - Metrópoles



Postar um comentário

0 Comentários