Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


POLÍCIA - Polícia prende suspeito de matar mãe e filhos encontrados em lote baldio de Itapirapuã (GO)

Polícia suspeita que mortes tenham ocorrido por esganadura e motivada por uma crise de ciúmes do suspeito

Polícia prende suspeito de matar mãe e filhos encontrados em lote baldio de Itapirapuã (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil prendeu um homem de 53 anos suspeito de matar mãe e filho encontrados em um lote baldio às margens da BR-070, em Itapirapuã (Oeste de Goiás). Os corpos foram localizados já em avançado estado de decomposição no último sábado (6), sobre um sofá velho abandonado. O suspeito foi encaminhado para a delegacia e nega ter cometido o crime.

Conforme informações do delegado Gustavo Cabral, testemunhas disseram que o homem estava na casa de Joicemeire Conde Cardoso, com quem tinha um relacionamento casual, no dia 31 de julho (provável data da morte). No local, os dois beberam e discutiram por causa de uma crise de ciúmes do investigado.

O homem então teria agredido a mulher de 39 anos na frente do filho dela, João Vitor Conde, de 8 anos de idade, e assassinado ambos. A polícia suspeita que as mortes tenham sido por esganadura. No momento da prisão, o homem negou o crime.

O suspeito segue preso e o caso continua sob investigação. Segundo o delegado, a equipe investiga se há outros envolvidos nas mortes e se o homem teve ajuda para ocultar os cadáveres.

Corpos no sofá

Os corpos de mãe e filho foram encontrados após vizinhos denunciarem um forte odor vindo do local. Quando a equipe da Polícia Técnico-Científica fazia a retirada do corpo da vítima, encontrou o corpo da criança escondido no braço do sofá. Os dois foram levados para o Instituto Médico Legal (IML), onde familiares os reconheceram. Os peritos acreditam que mãe e filho foram mortos há pelo menos cinco dias.

“A perícia apontou que as vítimas teriam sido mortas provavelmente domingo (31/07), tendo os policiais obtido diversos indícios que confirmaram que o suspeito estava na residência domingo à noite com Jocimeire e o filho dela. Testemunhas ouvidas confirmam que nesse dia o suspeito teria agredido a vítima, inclusive na presença da criança e que não foram vistos depois daquela noite”, explica o delegado.

Fonte - Portal Mais Goiás

Nenhum comentário




Latest Articles