Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


POLÍCIA - Homem expulso de festa agride companheira e atira em convidados, em Catalão

Homem ficou irritado após ter sido expulso da festa por agredir a companheira e voltou atirando nos convidados

​Suspeito é preso após agredir companheira e atirar em mulher durante festa em Catalão (Foto: Divulgação – PC)

A Polícia Civil prendeu um homem, de 41 anos, suspeito de agredir a companheira e, ainda, ferir uma outra mulher com um disparo de arma de fogo. Crimes aconteceram na madrugada deste domingo (14), durante uma festa de aniversário, no bairro Maria Amélia II, município de Catalão, no Sudeste de Goiás.

De acordo com a polícia, o suspeito e a companheira estavam reunidos com outras pessoas em uma festa de aniversário. Durante determinado momento, o casal começou a discutir por motivos ainda não esclarecidos e, então, o homem passou a agredir a companheira fisicamente.

Outros convidados da festa interviram na situação, a fim de impedir que as agressões contra a mulher continuassem. Na sequência, expulsaram o homem da celebração, enquanto a vítima continuou no local.

Diante do ocorrido, o suspeito passou a enviar diversas mensagens de ameaça de morte para a companheira, dizendo que “voltaria a mataria todos”. Como prometido, o suspeito retornou ao local armado com uma arma calibre .22. e tentou abrir portão. Apesar de não ter conseguido entrar na festa, ele sacou a arma e, pela fresta do portão, abriu fogo contra os convidados.

Um dos disparos atingiu uma convidada, de 33 anos. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e prestou os primeiros socorros à vítima, que logo depois foi encaminhada ao Pronto Socorro da Santa Casa de Catalão. Após exames ficou constatado que o projétil ficou alojado próximo à cervical.

Até o momento da publicação desta reportagem, o Mais Goiás não havia obtido mais informações sobre o estado de saúde atualizado da mulher. Mas segundo a Polícia Civil, o quadro clínico dela é grave.

Suspeito foi preso

Depois do ocorrido, o suspeito acabou preso pela Polícia Militar (PM) e levado até a Delegacia de Catalão. Segundo os agentes civis, o homem foi autuado em flagrante pelos crimes de Lesão Corporal, Ameaça e Injúria, praticadas contra a companheira, e tentativa de homicídio praticada contra a outra mulher.

Violência contra a mulher

O primeiro semestre de 2022, em Goiás, registrou o maior número de casos de feminicídio dos últimos quatro anos. Dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP-GO) revelam que, de 2018 para cá, a quantidade de mulheres assassinadas dobrou, de 15 para 30 ocorrências. A primeira metade de 2022 também lidera o número de casos de calúnia, difamação e injúria contra mulheres.

Ano após ano, cada vez mais mulheres têm perdido suas vidas para a violência no Estado. Para se ter noção, durante todo o ano de 2018, 36 mulheres foram vítimas de feminicídio em Goiás. Neste ano, somente em seis meses, esse número já é de 30 vítimas.

A maioria dos casos de 2022 (7) ocorreu ainda no mês de janeiro. Outras seis mortes foram registradas em fevereiro, três em março, seis em abril, quatro no mês de maio e outros quatro casos em junho.

Fonte - Portal Mais Goiás

Nenhum comentário




Latest Articles