Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


Zelensky sobre morte de Prigozhin: “Todos sabem quem está envolvido”

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou que o país não tem quaisquer envolvimentos na queda do avião com líder do Grupo Wagner

Fonte - Metrópoles

Volodymyr Zelensky concede entrevista coletiva durante viagem a Portugal — Foto: Roman Pilipey / AFP

O presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky afirmou à imprensa, nesta quinta-feira (24/8), que o país não tem quaisquer envolvimentos na queda do avião em que estava o líder do grupo Wagner, Yevgeny Prigozhin, na última quarta-feira (23/8).

“Nós não temos nada a ver com isso. Todos sabem quem está envolvido nisso”, ressaltou o líder ucraniano.

Ele se refere ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, cujo governo está sob suspeita de ter provocado a queda do veículo aeromotor. O governo russo, no entanto, se manteve em silêncio – e Putin, mesmo tendo feito um pronunciamento por videoconferência no Brics, não mencionou o caso.

A relação de Putin e Prigozhin

Antigo aliado do presidente russo, Prigozhin se revoltou contra Putin e liderou uma rebelião há dois meses, tendo sido apontado como líder do grupo Wagner.

Com fama de sanguinário, Prigozhin liderou mercenários para, inicialmente, atacar o país vizinho sob ordens russas, e, mais tarde, ameaçar o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em uma tentativa de golpe.

Surgido em 2014, o Grupo Wagner é uma companhia privada de mercenários que atuam em guerras pelo mundo. Desde o ano de fundação, o Wagner está presente na península ucraniana da Crimeia e chegou a ajudar forças separatistas apoiadas pela Rússia a tomar a região. Depois que a Rússia invadiu a Ucrânia, em 2022, o governo russo contou com a ajuda do grupo para avançar nas batalhas contra o exército do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, como nos embates das cidades de Bakhmut e Soledar.

A guerra na Ucrânia


Um ano após a invasão, Putin mantém a ofensiva. As consequências têm sido as perdas humanas, militares e econômicas para ambos os países, e uma contínua destruição da infraestrutura da Ucrânia.

Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 40% da população ucraniana precisa de ajuda humanitária. Ao menos 8 milhões de refugiados cruzaram as fronteiras do território após a destruição de metade da infraestrutura do país. Autoridades estimam a necessidade de US$ 700 bilhões para a reconstrução da Ucrânia.

Nenhum comentário




Latest Articles