Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


Piloto que ficou 13 dias perdido na Amazônia morre um ano depois em segunda queda de avião em RR

Otávio Augusto Munhoz da Silva tinha 38 anos e o avião que pilotava caiu na região do município de Mucajaí, Sul de Roraima. Em 2022, ele foi encontrado vagando na floresta amazônica após uma queda de avião.

Por Caíque Rodrigues, g1 RR — Boa Vista

Piloto paranaense morre após avião cair pela segunda vez — Foto: Reprodução/Facebook

O piloto paranaense Otávio Augusto Munhoz da Silva, de 38 anos, que havia ficado 13 dias desaparecido na floresta amazônica após uma queda de avião, em setembro de 2022, morreu após o avião cair novamente na região do município de Mucajaí, Sul de Roraima. A informação foi confirmada neste domingo (3) pela Polícia Civil.

O piloto sofreu um acidente aéreo no dia 28 de agosto, numa região de mata, na vila Samaúma. O relato é da irmã dele, que contou o que ocorreu um em um boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil no dia 1° de setembro. Ele era considerado desaparecido.

De acordo com a família, Otávio era piloto particular e faz táxi aéreo na região de Boa Vista, capital de Roraima. Samaúma é uma região de rota conhecida por ser usada por garimpeiros ilegais que acessam a Terra Yanomami.

O corpo foi removido ao Instituto de Medicina Legal (IML) e liberado no sábado (2) aos familiares para o translado a Londrina, no Paraná, onde será sepultado.

A Polícia Civil está investigando a causa do acidente.

Queda de avião há um ano

Piloto paranaense que desapareceu após avião cair em Roraima — Foto: Reprodução/RPC

Em setembro de 2022, o avião em que Otávio estava caiu em uma região de mata fechada. O piloto foi encontrado por um homem depois de caminhar atrás de ajuda após 13 dias desaparecido. À época, a mãe dele chegou a dizer ao g1 estar "aliviada" por ter encontrado o filho com vida. Reveja a reportagem do primeiro acidente do piloto.

Nenhum comentário




Latest Articles