Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


Walewska é homenageada antes de jogo entre Brasil e Turquia: W #1 🖤

Ex-jogadora, que morreu na noite de quinta-feira, em São Paulo, foi lembrada com 30 segundos de silêncio durante o protocolo oficial para a partida em Tóquio

Por João Gabriel Rodrigues e Raphael de Angeli — Tóquio

Walewska, ex-jogadora que morreu na noite de quinta-feira, em São Paulo, aos 43 anos, foi homenageada antes da partida entre Brasil e Turquia, pelo Pré-Olímpico de vôlei, em Tóquio. Durante o protocolo oficial, a campeã olímpica foi lembrada com 30 segundos de silêncio antes do hino. A ex-central, campeã olímpica com a seleção de vôlei nos Jogos de Pequim, em 2008, estava aposentada desde o fim da temporada 2021/2022.

Seleções de Brasil e Turquia prestam um minuto de silêncio em homenagem a Walewska

Contra a Turquia, o Brasil lutou. Fez frente às rivais em alguns momentos, mas não conseguiu ir além. Em luto pela morte da ex-central, caiu em 3 sets a 0.

Brasil entrou com fita nos braços para lembrar Walewska — Foto: Divulgação

Gabi em aquecimento para jogo entre Brasil x Turquia — Foto: João Gabriel

Na chegada ao ginásio, o abatimento era nítido. Jogadoras como Thaisa, campeã olímpica em Pequim com Walewska, tinham um semblante abalado. As primeiras informações sobe a morte da ex-central começaram a chegar durante o estudo de vídeo do Brasil, ainda no hotel. Para a partida, as atletas entraram com fitas no braço com os dizeres: W #1 🖤

Veja a trajetória de Walewska, campeã olímpica com a seleção

Walewska faz parte do seleto grupo de campeões olímpicos brasileiros. Em Pequim-2008, a central fez parte da conquista do primeiro ouro olímpico do vôlei feminino. Em Olimpíadas, ainda foi bronze em Sidney-2000 e ficou com o quarto lugar em Atenas-2004. Defendeu diversos clubes ao longo da carreira, como Minas, Osasco e Praia Clube, por onde se aposentou.

O Sul-Americano de vôlei 2022 marcou a despedida oficial das quadras. O último jogo da central foi diante do Regatas Lima, do Peru, pela fase de grupos. Na semifinal contra o Sesi-Bauru e na final contra o rival o Minas, Wal ficou como opção no banco de reservas, mas não foi utilizada durantes as partidas. Após a aposentadoria, o clube de Uberlândia deixou de usar a camisa 1, que a central vestia.

Jogadoras brasileiras entram com fitas em homenagem à Walewska — Foto: João Gabriel

Jogadoras homenageiram Walewska antes de Brasil x Turquia — Foto: João Gabriel

Nenhum comentário




Latest Articles