Page Nav

HIDE

CLDF - Campanha Abuso Não

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


Pai acusa diretor de forçar beijo em adolescente dentro de escola

Pais da adolescente acusam o diretor da escola ‘O Bom Pastor’, em São Luís do Maranhão, de assédio sexual. O homem está foragido


Hugo Barreto/Metrópoles

O diretor de uma escola particular em São Luís do Maranhão está sendo acusado de forçar um beijo na boca em uma adolescente de 15 anos dentro da instituição de ensino. Pedro Marques de Melo Sobrinho, diretor da escola ‘O Bom Pastor’, no bairro Cohatrac II, em São Luís, foi acusado pelos pais de uma adolescente de ter importunado sexualmente a menina de 15 anos na manhã da última sexta-feira (27/10).

De acordo com o pai da adolescente, a jovem teria ido pagar o boleto da escola, quando Pedro Marques de Melo pediu para que ela preenchesse o documento na sala dele. A menina teria negado. Porém, no momento que ficaram a sós, o diretor teria aproveitado a oportunidade para beijar a menina no rosto e depois nos lábios.

Segundo o responsável pela jovem, logo depois do assédio, a menina saiu chorando e procurou a assistente pedagógica da escola, que contou o ocorrido aos pais da adolescente. O caso foi registrado na Delegacia do Cohatrac.

O delegado Jacqueson Ferreira informou ao G1 local que acionou agentes para prender Pedro Marques de Melo Sobrinho em flagrante, mas ele teria fugido. “Procuramos em vários endereços, mas ele não foi encontrado de jeito nenhum”, declarou o delegado.

Por se tratar de um crime contra uma menor, o caso foi encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), em São Luís, que deve prosseguir com as investigações.

Posicionamento da escola

Em nota, o colégio ‘O bom pastor’ afirmou não ter permissão de compartilhar qualquer informação acerca do caso e que confia nas investigações. Veja:

“O Colégio O Bom Pastor, por força do Estatuto da Criança e do Adolescente e da Lei Geral de Proteção de Dados, é proibido de repassar toda e qualquer informação acerca de casos que envolvam menores de idade e seus familiares. Desta forma, confiamos nas investigações que serão naturalmente feitas pela Polícia Civil e pelo Poder Judiciário, prestando todo o auxílio necessário ao deslinde de qualquer procedimento”.

Nenhum comentário




Latest Articles