Page Nav

HIDE

CLDF - Campanha Abuso Não

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


"Não vamos permitir a desconstrução da Família", garante Magno Malta


"Não vamos permitir a desconstrução
da Família", garante Magno Malta

Senador Magno Malta (PR/ES) se posicionou contra a votação do Projeto de Lei 470/2013, que propunha rever os conceitos de família, incluindo a união homoafetiva como uma forma de relação familiar e criticou o senador senador João Capiberibe (PSB/AP), que apresentou relatório favorável à aprovação de um texto complexo, com 303 artigos.
Após ter a votação do Projeto de Lei suspensa, o senador Magno Malta publicou um vídeo em sua página oficial do Facebook e afirmou que "o pretexto de 'Estatuto da Família', com 303 artigos, que ia ser votado na CDH, na verdade é para desconstruir as famílias de todas as ordens. Nós tiramos de pauta! Não será votado, porque não vamos permitir a desconstrução da família".
O vídeo gravado pelo senador Magno Malta foi visualizado por milhões de brasileiros e comentado por milhares de seguidores. “Estou com o senho,r senador, continue vigilante em defesa da família brasileira”, postou Almir Alves Prates, do Mato Grosso do Sul.
Entre os fatores que geraram a indignação de representantes cristãos estava o reconhecimento da união homoafetiva como entidade familiar. A senadora Lídice da Mata (autora do projeto) afirmou que compreende a necessidade de mais análises e afirmou que a proposta estará aberta a debates.
Durante a Marcha para Jesus, no sábado, na Praia da Boa Viagem, Recife, Magno Malta, ao lado da esposa, Deputada Lauriete, também falou em defesa da família e prometeu debater profundamente o estatuto, sendo muito aplaudido. “Este estatuto é grande e valioso para ser votado a toque de caixa, precisamos ouvir o Brasil e tomar todo cuidado para não desconstruir a base da sociedade que é a família”, finalizou Magno Malta.
Assessoria de Imprensa
Senador Magno Malta (PR/ES) se posicionou contra a votação do Projeto de Lei 470/2013, que propunha rever os conceitos de família, incluindo a união homoafetiva como uma forma de relação familiar e criticou o senador senador João Capiberibe (PSB/AP), que apresentou relatório favorável à aprovação de um texto complexo, com 303 artigos.

Após ter a votação do Projeto de Lei suspensa, o senador Magno Malta publicou um vídeo em sua página oficial do Facebook e afirmou que "o pretexto de 'Estatuto da Família', com 303 artigos, que ia ser votado na CDH, na verdade é para desconstruir as famílias de todas as ordens. Nós tiramos de pauta! Não será votado, porque não vamos permitir a desconstrução da família".

O vídeo gravado pelo senador Magno Malta foi visualizado por milhões de brasileiros e comentado por milhares de seguidores. “Estou com o senho,r senador, continue vigilante em defesa da família brasileira”, postou Almir Alves Prates, do Mato Grosso do Sul.

Entre os fatores que geraram a indignação de representantes cristãos estava o reconhecimento da união homoafetiva como entidade familiar. A senadora Lídice da Mata (autora do projeto) afirmou que compreende a necessidade de mais análises e afirmou que a proposta estará aberta a debates.

Durante a Marcha para Jesus, no sábado, na Praia da Boa Viagem, Recife, Magno Malta, ao lado da esposa, Deputada Lauriete, também falou em defesa da família e prometeu debater profundamente o estatuto, sendo muito aplaudido. “Este estatuto é grande e valioso para ser votado a toque de caixa, precisamos ouvir o Brasil e tomar todo cuidado para não desconstruir a base da sociedade que é a família”, finalizou Magno Malta.

Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário




Latest Articles