POLÍTICA - 80% dos prefeitos do Entorno do DF não se reelegem em 2016, afirma deputado Célio Silveira


O ex-prefeito de Luziânia por dois mandatos, ex-presidente da Assembleia Legislativa e atual deputado federal Célio Silveira (PSDB) afirma, com exclusividade ao Diário da Manhã, que 80% dos 21 prefeitos do Entorno do Distrito Federal não irão se reeleger em 2016. Ele aponta a inexperiência e a falta de capacidade de gestão como as principais razões para a reprovação do trabalho dos prefeitos na região.

“Há prefeitos até bem intencionados, mas não demonstram total incapacidade administrativa e, em razão disso, atribuem a culpa desse despreparo à crise econômica vivida pela União e pelo Estado. Outros não têm experiência política. Houve, portanto, muita frustração, nas cidades do Entorno do Distrito Federal, em relação às administrações da atual safra de prefeitos.”

O deputado Célio Silveira diz que os argumentos apresentados pela maioria dos prefeitos – dificuldades financeiras e falta de pacto federativo inviabilizam as administrações municipais – não pode ser considerados. E indaga: “Como diversos prefeitos, a exemplo do de Rogério Troncoso, em Morrinhos, estão se saindo bem?” Para o parlamentar, é possível fazer uma “boa administração” com os recursos arrecadados pelo PFM e ICMS. “Basta ter capacidade de gestão, planejamento, seriedade e responsabilidade.”

Célio Silveira diz que as pesquisas mostram que o prefeito de Luziânia, Cristovão Turmim (PSD) alcança “elevados índices” de rejeição, “exatamente por não ter se preparado para o cargo e, pior, não cumpre as promessas feitas nos palanques em 2012.” Ele cita pesquisa realizada pelo Instituto Exata, de Brasília, que aponta reprovação popular à gestão de Cristovão Turmim na ordem de 76%. “Há, em Luziânia, uma grande decepção em relação à administração Turmim, principalmente pelo seu estilo de fazer política, olhando para o passado, um governo atrasado, sem qualquer planejamento que possa projetar a cidade, proporcionar empregos e renda.”

O ex-deputado estadual Marcelo Melo (pode trocar o PMDB pelo Pros) é a aposta do grupo político do deputado federal Célio Silveira para as eleições à prefeitura de Luziânia, em 2016. “Estamos conversando com Marcelo Melo e tudo caminha para ele concorrer em Luziânia com o apoio do nosso grupo político.”

Em Valparaiso de Goiás, O tucano sustenta que a população deseja a volta da ex-prefeita e hoje deputada estadual Lêda Borges (ela ocupa a secretaria estadual de Desenvolvimento Social). ” A gestão da petista Lucimar Nascimento está mal avaliada. A sociedade avalia que, para recuperar o município, precisa-se de uma gestora experiente e eficiente como Lêda. Sob pressão popular, ela poderá disputar as eleições, mas tem dito que prefere permanecer na Secretaria de Desenvolvimento Social.”

Em Cristalina, o prefeito Luiz Carlos Attiê (PSD) já foi reeleito e, segundo Célio Silveira, existem três “nomes competitivos” para disputar as eleições: Edu Martins, Wanderley Benetti e Daniel do Sindicato”.

Sobre a sucessão do prefeito Itamar Barreto (PSD), em Formosa, o parlamentar admite o “prestígio” do deputado estadual Ernesto Rolle (PMDB): “Se Sebastião Caroço, ex-prefeito e atual conselheiro do TCM, concorrer, Roller não será eleito.”

Em Novo Gama, Célio Silveira vê chances da ex-prefeita e ex-deputada Sônia Chaves de retornar à prefeitura. “O que se percebe é que a administração do prefeito Everaldo Martins (PPL) tem altos índices de rejeição junto à população. Isso favorece a volta de Sônia Chaves”. São informações do Diário da Manhã.


Fonte - Blog do Fredlima


Leia também em www.agenciasatelite.com.br

Postar um comentário

0 Comentários