Rompendo fronteiras - Igreja com sede em Santa Maria funda novo templo em Bom Jesus do Piauí


Aconteceu no início do mês, na cidade de Bom Jesus, no Estado do Piauí, a fundação de mais uma casa de orações da Igreja Apostólica Internacional – Ministério Restituindo Vidas em Cristo, presidida pelo Pastor Paulo Araújo. O novo templo da igreja está em constituição Jurídica e assim que os documentos estiverem regularizados irá empossar os seus representantes na cidade piauiense.

Para justificar o porquê da fundação da igreja na cidade, o pastor disse que foi informado por lideranças da existência de uma Igreja na cidade de Bom Jesus, que estava sem apoio e foram visita-la. Após o relatório da caravana de missionários que os acompanhou, decidiram por iniciar o trabalho de evangelização. “Para a nossa surpresa, já no primeiro encontro, tivemos um número expressivo de pessoas que aceitaram a nossa forma de pregar a Palavra de Deus. Na ocasião, nove foram Batizadas nas Águas, catorze pessoas aceitaram Jesus, cinco se reconciliaram com Cristo e dez crianças foram apresentadas conforme ensina a Bíblia. Se você for calcular isso para um comunidade de convertidos com pouco mais de 30 membros, acreditamos ter sido positivo e chegamos ao entendimento de que é um número expressivo para o início de um trabalho de evangelização. Acreditamos que é uma cidade carente da Palavra de Deus”, comentou o pastor.

Ainda de acordo com Paulo Araújo, a comunidade local necessitava de uma Igreja que servisse de passagem para os fiéis e que não tivesse exclusivamente o compromisso de ter o templo cheio de pessoas e sim de pessoas satisfeitas com o trabalho. “O homem está em constante busca de ajuda e que essa Ajuda atenda ao Ide de Cristo, ou seja, o ser humano não quer somente estar em um templo cheio de pessoas diariamente e sim que esse templo atenda às suas necessidades espirituais, indo de encontro com a sua fé, pois a obra vai além dos interesses pessoais, é um negócio relacionado com Deus”, disse.

Segundo o pastor, a Igreja nos dias de hoje tem que ser semelhante a uma casa de passagem. “Nosso objetivo é servir na fé semelhante a um hospital que cura a doença, ou seja, temos que estar preparados para atender o necessitado naquele momento e após, deixamos ele seguir o seu caminho. Havendo a necessidade, aguardamos o seu retorno para juntos congregarmos e nunca o obrigamos a voltar, pois quem tem que determinar o seu retorno é o seu coração”, enfatizou.

Bastante sereno e claro nas palavras, o pastor Paulo Araújo, acompanhado da esposa e também pastora Maria do Socorro, afirmou que a Igreja Apostólica Internacional – Ministério Restituindo Vidas em Cristo, não busca reconhecimento próprio e sim que a obra realizada seja divulgada. “Que obra é essa? É aquela que leva a verdade que o cristão necessita ouvir e não que se haja uma troca de favores, ou seja, se você fizer isso eu te dou isso. E esse é o nosso papel quanto missionários e pregadores da verdadeira Palavra”, esclareceu.

Paulo ainda explicou das dificuldades que enfrenta uma Igreja que prega a Palavra da forma correta. “Muitas pessoas estão cansadas de uma pregação que tenha um único objetivo a não ser levar conforto a elas. É fácil ser um pregador, mas, o difícil é pregar a Palavra de Deus da forma correta. Essa tem que ser feita em consonância com os ensinamentos de Cristo e respeito aos ouvintes que muitas das vezes, buscam ouvir a Palavra de Deus para servir de remédio em suas necessidades espirituais de momento. Muitas vezes essa espontaneidade chega até mesmo, ser sofrida. A pessoa só procura um hospital quando está doente e em diversos casos, isso acontece também na Igreja. O cidadão procura a cura e após segue o seu caminho. Assim, como eu disse anteriormente, temos que estar preparados para a sua volta, não que ela vá acontecer, porém, temos que estar atentos”, disse.

A Igreja Apostólica Internacional – Ministério Restituindo Vidas em Cristo, possui atualmente três templos de oração, sendo sua matriz localizada no Residencial Santos Dumont, em Santa Maria, um templo na quadra 602 do Recanto das Emas e o terceiro templo, recém fundado, localizado na cidade de Bom Jesus, no estado do Piauí.

Empresário bem sucedido, Paulo Araújo afirma que abdicou da administração de parte das suas empresas para pregar a Palavra de Deus, atendendo a um chamado divino. “Acredito que é um chamado, pois, levo a Palavra de Deus a todos que necessitam com muito amor. A obra de Deus é como um agricultor que tenta preparar a terra, aonde no primeiro dia ele prepara a terra e planta, vai dormir e no outro dia espera germinar a semente do que ele plantou. Se a plantação foi feita da forma correta, com amor e respeito a terra. Com certeza a colheita será ótima. Caso contrário, não terá bons frutos a colher. Assim é a obra de Deus. Nisto, acredito que estou fazendo um bom trabalho e o resultado vem aparecendo gradativamente. É uma obra bem recebida pelo povo que a cada dia que passa, acredita ainda mais no que é pregado, pois a mensagem é levada de forma correta e sem transmitir medo a quem ouve e isto me renova a cada dia”, enfatizou.

“A Graça você recebe de graça e de graça você a devolve! Assim, entendo que é a forma correta de pregar a Palavra de Deus, pois não há dinheiro nenhum no mundo que compre a felicidade de transmitir os ensinamentos de Cristo para pessoas que queiram aceita-lo como único e verdadeiro Senhor. Se a Palavra é levada sem haver exploração, a receptividade é gratificante e os resultados são inexplicáveis”, disse o pastor Paulo Araújo, ao se referir da forma correta de se obter resultados através de uma pregação objetivada exclusivamente ao resgate da pessoa para Cristo.

Perguntado do porquê de ter aceitado a missão de pregar a Palavra de Deus, Paulo Araújo foi enfático em responder. “Acredito que já era uma coisa, pois eu venho de uma família de pregadores evangélicos, uma vez que, meu pai, seu José Araújo Neto é pastor, meu cunhado, Daniel Delmond, também é pastor e a maior parte da minha família são missionários. Assim, não me restou outra alternativa a não ser desenvolver com orgulho mais esta missão que Deus me concedeu”, respondeu.

A final da entrevista, Paulo Araújo foi perguntado da importância de poder contar com a presença da sua esposa Maria do Socorro, ao seu lado durante o trabalho ministerial. “Falar da Maria não é difícil, pois é uma grande mulher, guerreira e comprometida com o que faz, principalmente na busca de auxílio aos mais necessitados. A minha esposa é uma mulher que tem um coração tão imenso, que não sei como cabe dentro do peito, pois não mede esforços até ver concluída uma ação que beneficiará aquelas pessoas carentes de oportunidades. E uma pessoa impar na vida de qualquer ser humano. Nas suas pregações, ela transmite conforto e sabedoria, sempre falando com serenidade e de forma a fazer com que todos absolvam a Palavra de Deus, pois, suas palavras tocam lá no fundo dos nossos corações. Louvo a Deus por que me concedido o privilégio de tê-la ao meu lado”, finalizou.


A da Igreja Apostólica Internacional – Ministério Restituindo Vidas em Cristo, está localizada no Residencial Santos Dumont e realiza cultos às quintas e sextas-feiras às 19h e aos domingos às 19h.


Fonte - Agência Satélite

Postar um comentário

0 Comentários