Dados do IML mostram presença de álcool no sangue de 21% dos mortos em acidentes

De acordo com o Detran, nas vias internas das cidades, o segmento que apresentou maior índice de vítimas alcoolizadas foi o de motociclistas


Nesta terça (18), a Gerência de Estatística do Departamento de Trânsito (Detran) divulgou um levantamento com dados fornecidos pelo Instituto Médico Legal (IML) que apontou que 21% das pessoas mortas no trânsito do Distrito Federal, no primeiro semestre deste ano, tinham ingerido bebida alcoólica. O exame de sangue realizado pelo IML indicou resultado positivo para álcool em 38 dos 180 mortos.

De acordo com o Detran, nas vias internas das cidades, o segmento que apresentou maior índice de vítimas alcoolizadas foi o de motociclistas. Os dados mostraram que cinco dos 20 motociclistas mortos tinham ingerido bebida alcoólica, um índice de 25%. Já nas rodovias distritais e federais que cortam o DF, a presença de álcool foi constatada no sangue de quatro dos 25 motociclistas mortos (16%).

Com base nesses dados, o Detran informou que já preparou ações educativas e de fiscalização com foco na condução de motocicletas. O órgão esteve presente no evento Brasília Motocapital, ocorrido em julho deste ano, na Granja do Torto, para realizar uma campanha educativa com o slogan “Motociclista: se beber, não pilote”. Informou, ainda, que as equipes de fiscalização também estão mais atentas às motocicletas, durante todas as abordagens, principalmente quando há blitz do bafômetro.

A ocorrência de alcoolemia também esteve presente em 16 dos 56 pedestres mortos (28%) e cinco dos 20 ciclistas vitimados (25%). A análise por tipo de via apontou que o número de pedestres mortos sob efeito de álcool foi de 35% nas rodovias (11 de 31) e 25% nas vias urbanas (5 de 20); já os ciclistas alcoolizados representaram 30% das ocorrências nas rodovias (3 de 10) e 20% nas vias urbanas (2 de 10).

Paz no Trânsito

Desde domingo (17), o Detran está com uma nova campanha publicitária a fim de conscientizar ciclistas, pedestres, motociclistas e motoristas de que a ingestão de álcool fragiliza a segurança no trânsito. O órgão mudou o foco da campanha de álcool, antes mais direcionada aos condutores, para um conceito mais abrangente, incluindo os riscos que pedestres e ciclistas correm ao transitar pelas vias com motoristas alcoolizados.

Com o slogan "Se beber, fique longe das vias", o departamento quer sensibilizar a população de Brasília de que todos, após o consumo de bebida alcoólica, ficam vulneráveis a acidentes, não apenas como condutores, mas também na condição de ciclistas e pedestres.

O Detran incentiva a população a contribuir com a Paz no Trânsito, seja dirigindo o veículo de alguém que bebeu, convencendo pessoas alcoolizadas a não assumirem a direção de veículos – motorizados ou não -, auxiliando pedestres alcoolizados na travessia de vias e procurando alternativas de transporte público na volta para casa depois de beber.


Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

Postar um comentário

0 Comentários