DF economiza 3% de energia em período de pico no horário de verão

Queda estimada pelo GDF em outubro era de 4% no horário de pico. À meia-noite deste domingo, relógios devem ser atrasados uma hora.

Do G1 DF


O Distrito Federal teve uma redução de 3% no consumo de energia elétrica no período de pico (18h às 21h) durante o horário de verão, que será encerrado neste domingo (21). A previsão feita pelo GDF quando o horário teve início, em outubro, era de que a economia chegaria a 4%.

A economia total no horário de pico foi de 35 megawatts. O GDF estimava uma diminuição de 46 megawatts.

A redução total no consumo foi de 0,2%. A queda corresponde a 60% da demanda da região administrativa do Gama em todo o período em que foi adotado o horário de verão.

Além do Distrito Federal, dez estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste adotaram o horário de verão (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul).

Dados da CEB apontam que a redução de energia no DF entre 2010 e 2013 foi de 0,3% por ano, o que equivalente a aproximadamente 20% do consumo de Brazlândia no período.

O horário de verão foi aplicado no Brasil pela primeira vez no verão de 1931/1932. O objetivo é estimular o uso racional e adequado da energia elétrica.

Com o horário de verão, a iluminação pública, por exemplo, é acionada mais tarde, deixando de coincidir com o horário de consumo da indústria e do comércio.


Fonte - G1/Distrito Federal

Postar um comentário

0 Comentários