“Um passo rumo ao desenvolvimento”, diz Liliane sobre ferrovia Brasília-Goiânia

A vice-presidente da Câmara Legislativa, Liliane Roriz, tomou para si o dever de levar adiante o sonho de Joaquim Roriz de ligar Brasília a Goiânia por meio de uma ferrovia, atendendo, ainda, cidades do Entorno do Distrito Federal. Uma viagem – que hoje dura, em média, 4 horas em um ônibus – feita em apenas 95 minutos com preço acessível de R$ 60. Cerca de 40 milhões de passageiros transportados apenas no primeiro ano. Tudo isso com investimentos divididos entre governo e empresários. 
O percurso de 207 quilômetros seria percorrido a uma velocidade média de 160 km/h. “Este é mais um passo rumo ao futuro, rumo a um meio de transporte eficiente, menos poluente, mais rápido e seguro”, comemora Liliane.
Liliane sempre defendeu em seus discursos o transporte ferroviário como alternativa para o problema da mobilidade urbana na região e para defender a ideia, reuniu os governadores de Goiás, Marconi Perillo e do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, para dar o pontapé inicial ao assunto.

Inicialmente, em reunião com os dois governadores, Liliane lançou a ideia de uma Parceria Público-Privada (PPP). “Essa é a melhor alternativa para que os governos locais e federal, em crise, não tenham que lançar mão de um recurso alto e possam contar com dinheiro da iniciativa privada”, ressaltou. Dessa reunião, saiu a proposta de levarem o assunto ao conhecimento do Ministério dos Transportes, que já no primeiro encontro, comprou a ideia e solicitou à ANTT o estudo de viabilidade da obra.
Para Perillo, a união entre os governos do DF e GO mostram que o objetivo de ambos os governadores é destravar burocraticamente todos os procedimentos e dar andamento aos projetos que contribuam para a melhoria da vida das pessoas. “E o melhor: buscando investimentos do setor privado”, ressaltou o governador de Goiás. Segundo Rollemberg, as obras atenderão diretamente a população do Entorno. “Esse trem representam uma grande mudança na qualidade de vida desses trabalhadores”.
Liliane não escondeu a emoção de conseguir datas previstas para que os projetos saiam do papel. “Sempre foi um sonho do meu pai tirar esses trens do papel e coloca-los nos trilhos. Além disso, não podemos esquecer que 40 milhões de passageiros serão atendidos apenas no primeiro ano. Vitória para a união entre os governos federal, de Goiás e do DF que entenderam a grandeza da idealização de Joaquim Roriz”, disse a parlamentar.



Fonte - Ascom Liliane Roriz
Leia matéria completa em www.agenciasatelite.com.br

Postar um comentário

0 Comentários