Jovem espancado em festa morre no HRG

Após vários dias desaparecido, depois de participar da festa de rodeio em Novo Gama, o jovem Rafael Dourado de Souza (28), estava internado em estado gravíssimo no Hospital de Base e não resistiu aos ferimentos, falecendo uma semana após ser encontrado desacordado em uma área de mata no município goiano. “A última informação que tivemos é que ele teria ido ao rodeio do Novo Gama e depois disso não tivemos mais contato”, informou a irmã Rafaela Assunção.
O jovem que saiu de casa na última quarta-feira (09), para ir à festa de Aniversário de Novo Gama, juntamente com amigos, só foi encontrado por familiares naquela unidade de saúde, necessitando urgentemente de transferência para uma UTI. "Olha a situação do meu irmão depois de ser vitima de, supostamente, espancamento na festa Rodeio do Novo Gama,
seis dias desaparecido e meu ele aparece internado em estado grave e em coma induzido”
, contou a irmã no dia em que ele foi identificado internado.
A família conta que recebeu a informação de haver um desentendimento entre os amigos de Rafael e outro grupo. Os amigos correram e deixaram o jovem para trás. “Nesse momento disseram que viram o Rafael correndo e a polícia atrás dele tentando alcança-lo”, disse mãe da vítima Nilda Dourado.
De acordo com as investigações da Policia Civil, os autores ainda não foram identificados, mas, as investigações seguem em ritmo acelerado.
A polícia trabalha com várias linhas de investigações. Em uma delas, a de que o espancamento do jovem teria começado nos arredores da festa do rodeio. Segundo testemunhas, Rafael estava se desentendendo com vendedores ambulantes, quando apareceram alguns seguranças e tentaram retira-lo do local. “Eu vi ele no rodeio mesmo já era uma da manhã, eu estava indo para casa e ele estava sem camisa e de bermuda branca brigando com as moças que vendia botas e camisas do rodeio. Aí vieram uns seguranças e estavam tentando tira-lo, lembro-me muito bem, era ele. Foi no show do Fernandinho, ele estava muito bêbado”, contou em uma rede social M.A.
Outra testemunha informou que tudo indica que o jovem estava realmente no evento totalmente alcoolizado e se desentendendo com participantes. “... se não me engano, esse senhor, estava no dia do show do Fernandinho totalmente alcoolizado, ofendeu alguns policiais militares que ali estavam, tentou ir para cima dos guardas municipais. Eu fiquei parada olhando toda a cena, ele veio em direção a mim perguntando o porquê de eu estar olhando para ele, veio dois rapazes que estavam com ele e pediram desculpas para todos e o levou para o posto em frente o rodeio. (...) Ele estava com uma blusa acima do ombro, apenas de bermuda”, disse em uma rede social K.H.
Os familiares pedem para que a comunidade ajude para tentar chegar aos autores do crime. “Pedimos que nos ajudem com informações que levem aos autores dessa covardia que fizeram com meu irmão”, disse uma irmã.

A família humilde que mora no bairro Pedregal procura entender os motivos que levaram ao espancamento do irmão que, segundo eles, era uma pessoa tranquila que não tinha qualquer envolvimento com coisas erradas. “Meu irmão não tinha inimigos que tivéssemos conhecimento, bem como, envolvimento com algo errado. O que fizeram com ele foi uma tremenda covardia”, finalizou. 


Fonte - Agência Satélite

Postar um comentário

0 Comentários