Festival de circo faz espetáculos gratuitos no DF pela resistência da arte tradicional

1º Festival Mestres de Circo leva espetáculos gratuitos ao centro de Brasília. O público também poderá contar com oficina de brinquedos tradicionais e perna de pau para crianças.

Por Luiza Garonce, G1 DF

Grupo brasiliense de cultura popular Pé de Cerrado (Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília/Divulgação)
O 1º Festival Mestres de Circo do Distrito Federal oferece ao respeitável público candango cerca de 15 espetáculos de malabarismo, música, acrobacia e palhaçaria de graça no centro da capital entre esta quinta-feira (26) e domingo (29). Ao todo, 16 grupos com artistas do Brasil e de outros países se revezam nos palcos.

Com a intenção de promover o debate sobre a importância da cultura e da preservação das tradições artísticas brasileiras, a cerimônia de abertura misturou brincadeira e seriedade em uma roda de conversa com o tema “Circo e Resistência” no Conic.

"Nós, como tudo o que é arte, precisamos estar o tempo inteiro reafirmando nossa potência e importância para permanecer nas politicas públicas e nas afirmativas sociais. Porque num contexto de crise, uma das primeiras coisas a serem eliminadas é a cultura", disse Ana Flávia Garcia, coordenadora artística do festival e palhaça Geléia.

"A gente se entende num momento de resistência em todo o país."

Palhaços Irmãos Saúde de Brasília participam do 1º Festival Mestres de Circo do DF (Foto: Pablo Peixoto/Divulgação)
No mesmo local, às 20h, será apresentado o espetáculo "Quando o coração transborda", do grupo Esquadrão da Vida, homenageado pelo festival. Logo depois, às 21h30, o grupo Grito de Liberdade fará um cortejo na área externa do prédio. A noite se encerra com números circenses de Ana Flávia Garcia.

De sexta a domingo, o festival também levanta a lona na Feira da Torre para apresentar uma série de espetáculos que resgatam a essência da arte circense tradicional e moderna. No domingo também haverá programação no Parque Ana Lídia, dentro do Parque da Cidade.

Os representantes candangos são Esquadrão da Vida, As Desempregadas, Cia Nós no Bambu, Circo Artetude, Pé de Cerrado, Circo Rebote, Mestre Mandioca Frita, Mamulengo Presepada, Circênicos, Beatrice Martins e José Regino. De São Paulo, vem o grupo Los Circolos. Já a companhia Las Martas traz atrações da Argentina e do Chile.

Para crianças

Na Ponta do Nariz, Festival Internacional de Palhaçaria e Comicidade (Foto: Divulgação/Na Ponta do Nariz)

Especialmente para as crianças, o mestre Mandioca Frita vai ensinar a fazer brinquedos populares e perna de pau no sábado (28) e no domingo (29). "É uma oportunidade para que eles possam viver a brincadeira no corpo", disse a palhaça Geléia.

Segundo ela, as tecnologias, jogos online e aplicativos de entretenimento distanciaram as crianças do contato com a natureza e com outras pessoas. "Essas atividades estão mantendo o corpo engessado, apático, com pouca intereção interpessoal."

Por isso, fabricar instumentos com as próprias mãos e desafiar os limites físicos pessoais em cima de uma perna de pau pode ajudar as crianças de hoje a compreender que o mundo "não acontece com um apertar de botão", disse Geléia.

"Quando as crianças assistem aos malabaristas, elas estão vendo pessoas se superando."

O 1º Festival Mestres de Circo do DF presta homenagem ao mestre Ary Para-Raios, criador e diretor da trupe Esquadrão da Vida, que reúne palhaços poetas e acrobáticos desde 1979. O grupo é conhecido pelo circo-teatro que, a céu aberto ou debaixo da lona, aborda o amor, a exclusão cultural e a ocupação de espaços públicos.

Programação

O grupo cultural "Pé de Cerrado" apresenta a peça "Os brincantes" em Brasília (Foto: Pé de Cerrado/Divulgação)
Quinta (26)

Conic - Área externa
18h30 – Roda de Conversa: Circo e resistência
21h30 – Cortejo de anunciação do Festival com o grupo Grito de Liberdade

Teatro Dulcina - Sala Conchita
20h - Espetáculo “Quando o coração transborda”, do grupo Esquadrão da Vida

Teatro Dulcina - Sala Dulcina
22h - Espetáculo com números da cena circense de Brasília com direção de Ana Flavia Garcia

Sexta (27)

Feira da Torre TV - ao ar livre
19h30 – Batucada com as Filhas de Oyá e Mestra Martinha do Coco
21h30 – Capoesia - Cia Nós no Bambu
20h30 – As Desempregadas - Cia. As Desempregadas

Feira da Torre de TV - debaixo da lona
22h – Las Martas - Cabaré das Martas (Argentina, Chile e Brasil)
23h – Clownbaré - Irmãos Saúde e Pé de Cerrado

Sábado (28)

Feira da Torre de TV - ao ar livre
16h – Vivências de circo para crianças - Mestre Mandioca Frita
17h – Tome sua poltrona - Circo Rebote
19h – Versão Brasileira - Los Circolos

Feira da Torre de TV - debaixo da lona
18h – Brincadeiras de Circo - Circo Artetude

Domingo (29)

Parque Ana Lídia - Arena Mandioca Frita 
11h30 – Palhaçada de Raiz - Trupe raiz do Circo
12h30 – Circênicos Varietê - Circênicos

Feira da Torre de TV - ao ar livre
16h – Vivências de circo para crianças - Mestre Mandioca Frita
18h – Mateus Caramelada da Lelé Bicuda - Mamulengo Presepada

Feira da Torre de TV - debaixo da lona
17h – Festança de Palhaços - Direção José Regino
19h – Os Brincantes - Pé de Cerrado

Para as crianças
Confecção de brinquedos populares e perna de pau com o mestre Madioca Frita
Sábado (28) e Domingo (29), às 16h
Local: Feira da Torre de TV


Fonte - G1/Distrito Federal

Postar um comentário

0 Comentários