Porta abre em decolagem, e avião 'perde' barras de ouro e prata, na Sibéria

Aeronave despejou material em região remota; moradores procuram metais

Metais preciosos ficaram espalhados em pista - Yakutia Media/AFP
CHUKOTKA, Sibéria — Um avião russo lotado de metais preciosos despejou uma valiosa carga durante a decolagem e espalhou barras de ouro e prata pela pista e pelos arredores do aeroporto da Sibéria. A aeronave da companhia Antonov parou no terminal de Yakutsk para abastecer e, ao retomar a viagem, levantou voo com a porta aberta.

Investigadores estimam que a falha tenha espalhado quase 200 barras extraídas da mina de ouro Kupol pela região remota de Chukotka, nesta quinta-feira. Um representante do governo local destacou que o material despejado pesava 3,4 toneladas. A carga total em transporte, formada pelos pacotes de metais concentrados, tinha peso estimado em 9,3 toneladas.

"Assim que ganhou altura, a porta foi danificada pelo deslocamento da carga e parte dela foi espalhada pela pista", explicou o Comitê Investigativo da Rússia, em comunicado no Telegram.

A tripulação foi forçada a pousar de volta no aeroporto. A polícia local isolou a área para prevenir que a população se aproximasse da valiosa carga, segundo o portal "Yakutmedia".

"Apenas parte do ouro caiu", ressaltou o representante do governo, que informou a recuperação de 172 barras de metal.

A mina de Kupol é operada pela companhia de mineração Kinross Gold, baseada no Canadá. O porta-voz da companhia, Stanislav Borodyuk, relatou à agência "Interfax" que "toda a carga foi recolhida e não houve perdas". Segundo ele, as barras eram de Dore, uma liga semi-pura de prata e ouro. Ainda assim, muitos moradores acreditam que parte do material ainda esteja pelo local e se lançaram à "corrido do ouro". O forte policiamento da área reforçaria a visão dos candidatos a milionário.

Os investigadores acreditam que uma falha no posicionamento e na fixação da carga no aeronave causou o acidente.


Fonte - O Globo

Postar um comentário

0 Comentários