Bebê do DF operada dentro da barriga da mãe nasce com 1,7 Kg

Na quarta (20), a recém-nascida passou por nova cirurgia para corrigir os problemas causados pela má formação do diafragma

SAÚDE

A bebê que virou notícia por ter sido submetida a uma cirurgia intrauterina inédita no Distrito Federal para o tratamento de uma hérnia diafragmática fetal nasceu na sexta-feira (14), pesando 1,745 kg. A cesárea foi realizada depois de um rompimento prematuro da bolsa, a mãe estava com oito meses de gestação.

O parto foi realizado no Hospital Santa Luzia, por uma equipe multidisciplinar. Segundo o ginecologista e obstetra responsável, Matheus Beleza, do Centro de Medicina Fetal (Cemefe), o procedimento foi muito cuidadoso, pois o cordão umbilical só poderia ser cortado depois que o dispositivo instalado na traqueia da bebê durante a cirurgia anterior fosse retirado. “O cordão umbilical continuou ligando a recém-nascida à mãe para garantir o fluxo de sangue e oxigênio. Em seguida, retiramos o balão para a bebê respirar e, só aí, cortamos o cordão”, explica o especialista.

Por ter nascido prematura, a bebê foi para Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal. Na noite de quarta-feira, (20), a recém-nascida foi novamente operada pela equipe pediátrica para corrigir a hérnia diafragmática, que atrapalha a respiração da criança. Ela segue internada mas está estável. O problema de má formação afeta aproximadamente um em cada 4 mil nascidos vivos. A doença é rara e grave, mas a taxa de sobrevida em caso de operação aumenta para 70%.


Fonte - Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários