Temer aproveita para escrever na prisão, diz Marun após sair da PF no Rio

Ele disse ainda que a família de Temer não deve vir na PF visitá-lo antes da decisão do habeas corpus na quarta-feira

Juliana Dal Piva

Michel Temer, preso na manhã desta quinta-feira (21/03/2019), chega à Superintendência da PF no Rio Foto: Antonio Scorza / Agência O Globo
RIO — Ao deixar a Polícia Federal na noite desta sexta-feira, o ex-ministro e ex-deputado Carlos Marun contou que o ex-presidenteMichel Temer está aproveitando o tempo na prisão para escrever.

— Ele está muito firme. Está escrevendo e raciocinando, que é a grande força do presidente — contou Marun. — Ele está escrevendo um romance na área de ficção. Diz que já tinha 30 páginas escritas e ele continua escrevendo. Não sei se ele está dando sequência ao romance ou se está escrevendo outra coisa — disse Marun.

Segundo o político, Temer está escrevendo em folhas de ofício e durante o dia teria escrito cerca de três ou quatro páginas. Marun, porém, não sabe o teor ou o enredo do romance.

Ele tentou fazer uma terceira visita ao presidente Michel Temer no início da noite desta sexta-feira, mas foi impedido pela Polícia Federal. Ele disse que oficialmente foi informado que Temer estaria muito cansado, mas suspeita de que a visita foi barrada por questionamentos que surgiram ao longo do dia sobre a legalidade de sua visita, uma vez que ele não atua na defesa do ex-presidente. Marun sustenta, porém, que possui prerrogativa como advogado para poder fazer a visita.

Ele disse ainda que a família de Temer não deve vir na PF visitá-lo antes da decisão do habeas corpus na quarta-feira.


Fonte - O Globo

Postar um comentário

0 Comentários