GPT NAS RUAS BANDIDO NA CADEIA


Após denúncia anônima, de que no veículo Fiat Toro, placa QQL-1743, havia quatro indivíduos armados, transitando pelas adjacências do município do Céu Azul, as equipes do GPT de Novo Gama intensificaram o patrulhamento na região, quando se depararam com o referido veículo próximo ao shopping sul de Valparaiso-Go. 

Realizada a abordagem, constatou-se que havia três indivíduos no interior do veículo. Nada de ilícito foi encontrado na busca pessoal nem veicular, porém, ao consultarmos seus nomes aos bancos de dados da segurança pública, descobriu-se que os três possuíam passagens pela polícia no Estado de São Paulo. 

Danrlei José de Brito, 59 anos, tem passagens por vários roubos, inclusive roubo a banco, tendo cumprido pena de 30 anos de prisão em SP. Ivan Félix dos Santos, 41 anos, já foi preso por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. 

Gilberto Alves Costa também possui passagens por roubo a bancos no Estado de São Paulo. Em entrevista com os abordados, os mesmos disseram que estavam vindos de São Paulo para cobrar dívidas de frigoríficos em Brasília. 

Diante do nervosismo dos indivíduos, as equipes não desistiram e buscaram mais informações acerca dos fatos, momento em que foram encontrados documentos envolvendo alguns supermercados da região, do município de Luziânia-GO. 

As equipes então realizaram contato com o dono do supermercado, B C P, que nos informou que estava sendo ameaçado por esses indivíduos devido a uma dívida que este possuía, onde cobravam dívidas de terceiros a qualquer custo, em troca de dinheiro. 

Com isso, foi dada a voz de prisão aos indivíduos, com fulcro no art 158, parágrafo 1, do CP (extorsão), onde, consequentemente foram encaminhados ao Departamento de Polícia Especializada em Brasilia.

Após levantamento da ficha criminal dos três elementos, os policiais da equipe do GPT de Novo Gama, descobriram que os três faziam parte de um braço da organização criminosa PCC liderada de dentro do presidio por um líder conhecido pelo Vulgo de Birosca.



Fonte - Madeirada News