UBS 5 de Santa Maria cria “kits de EPIs” para evitar desperdício de equipamentos

Cada kit tem: viseira no modelo face shield, óculos de proteção e até 15 máscaras cirúrgicas para cada profissional utilizar ao longo da semana

UBS 5 de Santa Maria cria “kits de EPIs” para evitar desperdício ...

Uma simples atitude pode fazer a diferença em tempos de pandemia. Foi o caso dos servidores da Unidade Básica de Saúde (UBS) 5 de Santa Maria, que tiveram a iniciativa de controlar, de forma responsável, os equipamentos de proteção individual (EPIs) entregues pela Secretaria de Saúde. Eles confeccionaram “kits de EPIs”, para uso semanal dos servidores.

Cada kit vem com uma viseira no modelo face shield, óculos de proteção e até 15 máscaras cirúrgicas para cada profissional de saúde utilizar ao longo da semana. O resultado disso é que a UBS tem conseguido manter sempre disponível os equipamentos para os servidores e pacientes que necessitam de máscaras.

Segundo o gerente da UBS 5 de Santa Maria, Antônio Santiago, a ideia surgiu em equipe, quando os próprios servidores identificaram o uso desordenado dos materiais, principalmente das máscaras cirúrgicas, o que gerava o desabastecimento da unidade. Assim, todos se uniram para confeccionar os kits, que recebem no início de cada semana.

“Com o uso consciente, notamos o resultado no último levantamento feito na região de saúde sul. Depois que adotamos a medida, nossa unidade continuou com o estoque alto. Percebemos que enquanto tinham UBSs com equipamentos disponíveis somente para alguns dias, nós estávamos com o estoque para duas a três semanas”, contou o gerente.

Dessa forma, foi possível até mesmo ajudar os pacientes que, por alguma razão, chegam à unidade sem máscaras. “Nós sempre os orientamos a virem com máscaras. Mas se alguém com sintomas suspeitos chegar sem elas, temos como fornecer, porque o uso consciente possibilitou isso”, ressaltou Antônio Santiago.

Assim, uma simples atitude, tomada pelos 18 servidores da UBS 5 de Santa Maria, proporcionou um efeito positivo que se estendeu para além da unidade básica de saúde. “E como não utilizamos mais de forma desnecessária, também estamos garantindo que estes materiais sejam otimizados por maior tempo aqui”, destacou o gestor.


Fonte - Agencia Brasília, com informações da Agência Saúde

Postar um comentário

0 Comentários