João Coiff - Um produtor de eventos de beleza e que fez a alegria de muitos, mas que hoje precisa de ajuda.

Que tal visita da deputada da cidade nessa segunda-feira, e não na próxima campanha?


João Coiff, desembarcou em Brasília no ano de 1995, precisamente na cidade Satélite de Ceilân­dia. Totalmente sem um norte, ou seja; de como seriam seus primeiros passos na promissora cidade, esse Piauiense de Monte Ale­gre sequer sabia o que Brasí­lia lhe reservava para o futuro por acreditar que a Capital Federal foi à porta que se lhe abriu pela vontade de Deus para que ele se tornasse o ba­daladíssimo profissional da beleza que hoje é. 
Firme em seus propósitos ele diz que seja qual for à adversidade, é preciso encarar de cabeça erguida, e tentar não se abalar com os problemas que vão aparecer no meio do caminho, mas sim, aprender com eles e sair fortalecido das experiências difíceis. “Todos estamos sujeitos a passar por dificuldades na vida e o pior é que elas nunca avisam quando vão aparecer. Portanto, devemos manter a consciência tranquila, tendo a certeza de que fizemos tudo o que podia, demos o nosso máximo e seguimos os nossos princípios até o fim. Quem segue em frente, de cabeça erguida, escolhe se tornar mais forte com o que passou e não lamentar o passado. É assim que acontece para que possamos avaliar se estamos prontos para seguir em frente ou não.

“Se desistirmos perante os obstáculos, jamais saberemos da nossa real capacidade", ressalta João.
Abraçando a todas as oportunidades que as portas lhe abriram, João Coiff for­mou-se em Educação Física e deu seus primeiros passos como professor na área. Tem­pos mais tarde tomou posse de outra oportunidade que lhe foi pro­porcionada, mas, que daria uma volta de cento e oitenta (180) graus, e que mudaria toda a sua trajetória anteriormente traçada. “Eu tive um presente de uma amiga. Ela pagou no SENAI do Plano Piloto para que eu fizesse um curso ape­sar de eu não gostar da área. Porém ela insistiu e eu con­cluí o curso em oito (8) meses e, durante esse tempo eu tive que começar a executar a pro­fissão. Passei nove (9) meses na França me especializando na área de COLONIMETRIA. Daí pra cá eu caí pra dentro na área da beleza e graças, a Deus, fui muito requi­sitado no mercado para gran­des eventos que envolvem a beleza”, explica João Coiff.


Coreógrafo es­pecializado e personal da beleza por mais de 25 anos, Coiff apaixonou-se por Santa Ma­ria exatamente no ano 2000 onde começou a executar seu trabalho na área social, por sinal um dos quais ele se identifica. Porém, esse profis­sional desenvolveu outras ati­vidades que tinha como alvo, já que também e especia­lista na área da beleza e de quebra, dirigiu o projeto “Mulheres em alta estima”.

Profissional respeitado, requisitadíssimo para gran­des e ventos, João Coiff atri­bui essa façanha ao fruto do conhecimento que ele pos­sui, do trabalho que desen­volvei e desenvolve com muita responsa­bilidade e humildade, nunca querendo ser superior e nem inferior a quem quer que seja, mas, sendo apenas diferente e determinado naquilo que se dedica a por em prática.

Mas quem pensa que o trabalho de João Coiff se resumiu só a passarela está enganado. Num passado recente, ele foi contratado para Brasília e de­mais Estado brasileiros como palestrante sobre gerencia­mento comercial nas áreas da beleza e teste de mo­das, as quais ele domina muito bem. Dentre os traba­lhos desenvolvidos, João Coi­ff considera todos iguais, sem preferência por esse ou aque­le, mas, um que lhe chamou bastante a atenção foi o Miss 2017 pelo reconhecimento de críticos de nível nacional.

João Coiff chegou a ser contratado pela Record para par­ticipar de um projeto que lhe caiu como que uma luva. Tudo isso, graças ao projeto Mulhe­res em Alta Estima, o qual o levou ao topo. Parceiro na Record no evento RECORD NA CIDADE, que foi sucesso absoluto e lhe rendeu mais conhecimento e notoriedade, uma vez que ao passar por alguns lugares, todos lhe chamavam pelo nome e valorizavam o seu trabalho.

QUEM É VERDADEIRAMENTE JOÃO COIFF?


O João Coiff tem muita capa­cidade e responsabilidade naqui­lo que faz. Sempre honrando os compromissos agendados ou verbais sem deixar nada para trás ou a desejar. No palco, João Coiff se transforma em competência, determinação, inteligência e ação, tudo, parte do pacote. O restante é consequência.

Com esses atributos, João Coi­ff dá o seguinte conselho aos que pretendem ingressar nessa área não só em Santa Maria, DF, mas, em todo o Brasil: “Em primeiro lugar tem que ter muito amor no coração, dedicação, respeito com a comunidade, fazer as coisas não por ver os outros fazerem, mas, com a vontade vinda do coração para poder determinar um tra­balho bem feito, principalmente no social, o que a cidade precisa muito. Em relação ao empode­ramento tanto da mulher como do homem. Olha só: você pega uma pessoa totalmente crua, sem conhecimento da área. Você pega essa pessoa e prepara para o mercado de trabalho, sem olhar e esperar um muito obrigado, mas, olhando para dentro do seu cora­ção, você verá o quanto é gratifi­cante ver aquela pessoa que você passou um pouco de conhe­cimento usufruin­do desse aprendizado disso lá na frente. Isso não tem palavras; é só gratidão. Ou seja, a reflexão de um trabalho que dignificou seu semelhante. Com isso, “Me sinto realizado com todas as conquistas que hoje fa­zem de mim um profissional ín­tegro”, diz João Coiff.

Dos tempos de glória João coiff tem duas grandes recordações. A primeira é de quando seu amigo e Jornalista Vital Furtado (este que vos escreve) dizia que aos olhos da sociedade de hoje, a pessoa vale pelo que tem e nunca pelo que é.

A segunda grande recordação sobre os tempos por quais passamos na vida: tempo de adoecer, tempo de curar; tempo de edificar. tempo de prantear, e tempo de dançar; tempo de rir; e tempo de chorar.

Atualmente, passando pelo tempo de chorar por ter ser portador de diabetes, dedos necrosados e alguns já amputados, internado (jogado) há dois (02) meses numa cama no Hospital Regional de Santa Maria e precisando muito de ajuda, João Coiff buscamos forças para entender como é a vida em um cenário de total desigualdade.

Quem sabe essa matéria venha sensibilizar a deputada de Santa Maria a fazer nem que seja uma visita a este profissional que tanto a ajudou politicamente. Que tal visita seja agora que ele está necessitando ser ajudado, e não na próxima campanha!

INFELIZMENTE, HOJE O NOSSO JOÃO SE ENCCONTRA NESTA SITUAÇÃO:


Amigos, quem puder ajudar basta entrar em contato pelo número (61) 996067575, ou ligar diretamente para ele no número (61) 991076166

Fonte - Vital Furtado/Correio de Santa Maria

Postar um comentário

0 Comentários