Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


INTIMANDO E HUMILHANDO - Popó detona Naldo após cantor cancelar luta: “Só bate em mulher”

De acordo com o ex-lutador Popó, Naldo Benny cancelou a luta entre os dois, que estava prevista para 26 de agosto, e lhe causou prejuízos

Reprodução/Instagram

A luta entre Acelino Popó de Freitas e Naldo Benny, prevista para o dia 26 de agosto, não vai mais acontecer. De acordo com o esportista, o cantor cancelou o encontro e lhe causou prejuízos financeiros. Entretanto, o boxeador foi além e detonou o cantor, relembrando a acusação de agressão à mulher, Moranguinho.

“Ele ficou com medo de apanhar porque é o tipo do cara que só bate em mulher. Todas as mulheres que me mandam direct pedem para eu arrebentar ele por causa disso. Ele já agrediu uma mulher na vida dele”, disparou Popó, em entrevista ao programa Samba Gol, da Rádio Transcontinental FM.

Sobre a parte financeira, o lutador explicou que teve prejuízos. Eu estava fechando um patrocínio para ser garoto-propaganda de uma empresa por quase R$ 1 milhão visando essa luta. Quem vai pagar as contas? Será que ele vai pagar? Isso é passível de um processo”, completou Popó.

Naldo, que esteve no programa no dia anterior, abriu o jogo sobre o cancelamento. “Neste momento, não vai rolar a luta. Não por culpa de ninguém, eu estou escolhendo. Não tem lance de pipocar, eu não pipoquei, o Popó também não. É questão de tempo. Eu uso muito o critério da inteligência com as coisas e da verdade para mim”, contou.

O cantor disse que ficou sem tempo para treinar. “Quando estava fazendo os treinos, estava com tempo. A minha carreira deu uma alavancada de uma forma que eu não estou conseguindo ter tempo para treino, e não gosto de fazer as coisas pela metade ou mal feito. Não vou conseguir tempo para que eu entregue uma parada bacana. Eu não sou lutador”, falou Naldo.

Popó não se mostrou satisfeito com as palavras do músico e o chamou de mentiroso. “Tinha muita gente esperando essa luta. Eu desconfiava que era mais uma mentira, mas não sabia que ele mentia tanto. Todo mundo ficou mandando direct para mim, estava acreditando… Ele falou: ‘quando eu desafiei ele, tinha tempo de treinar, mas agora está cheio de show’. Ele pegou e fez disso um marketing para subir. Depois que ele subiu, pulou fora”, encerrou o lutador.

Agressão à Moranguinho

Mais conhecida como Moranguinho, Ellen denunciou o marido após uma discussão no dia 6 de dezembro de 2017, na qual ele teria a agredido com “socos, tapas, puxões de cabelo e com um golpe dado com uma garrafa”, segundo consta no documento da denúncia. O cantor foi preso, mas liberou-se após pagar fiança. Na época, a Justiça também determinou que ele não poderia chegar em uma proximidade de 100 metros da esposa, seus familiares e todas as testemunhas do caso.

Ellen contou que sofreu agressões desde o início de seu relacionamento com o artista, e aproveitou para delatar que ele teria uma arma escondida em casa. Após um mandato de busca, encontraram uma pistola calibre 7,65 sem registro e munição na residência de Naldo, porém o processo por porte ilegal de arma foi suspenso em abril, o que é possível acontecer quando a pena é inferior a um ano.

Alguns dias depois, o cantor publicou um vídeo em suas redes sociais chorando e pedindo perdão para Moranguinho. Após alguns meses conturbados, Ellen decidiu retomar o casamento e voltou a morar na mesma casa que Naldo, retirando o pedido de restrição contra o marido. Em maio, o casal foi convidado no Programa do Porchat e ela explicou sua decisão: “escolhi minha família”.

A sentença de Naldo Benny foi anunciada no fim de maio de 2018, seis meses após sua esposa, Ellen Cardoso, tê-lo denunciado por agressão. O cantor foi condenado a quatro meses de prisão, porém teve concedido o benefício de suspensão condicional e não terá de cumprir a pena desde que satisfaça alguns requisitos, como frequentar grupos de apoio. As informações são do jornal Extra.

Fonte - Metrópoles

Nenhum comentário




Latest Articles