Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


POLÍCIA - Empresário baleado em bar junto com o filho afirma que PM atirou neles após se irritar ao ouvir comentário sobre lotação em mesas: ‘Levantou e atirou’

Empresário baleado em bar junto com o filho afirma que PM atirou neles após se irritar ao ouvir comentário sobre lotação em mesas: ‘Levantou e atirou’


Pai e filho foram encaminhados ao Hugol e receberam alta. Policial Caio César de Souza Dias teve a prisão mantida pela Justiça.

Um empresário de 42 anos, que preferiu não se identificar, disse que ele e o filho, de 16, são as vítimas baleadas pelo policial militar Caio César de Souza Dias, de 35 anos, em um bar de Goiânia. Caio foi preso e, segundo o empresário, a confusão começou por causa de um comentário que ele fez com a esposa pela lotação do estabelecimento.

“O garçom arrastou a mesa [mais de uma vez, por conta da lotação], mas para mim era normal, eu comentei com a minha esposa: ‘Pô, daqui a pouco nós estamos sentados um no colo do outro’. Quando eu falei isso, o cara virou para mim, porque ele tava bem próximo, e falou: ‘O que você falou aí?’. Levantou, já ‘sentou o dedo’ [no gatilho] e atirou”, relembrou.

Tentamos contato com a defesa do policial militar preso, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

A confusão aconteceu no bar Velho Texas, na madrugada do último domingo (30) (veja vídeo abaixo). O empresário contou que o primeiro tiro acertou no peito dele. Assustado, o filho levantou e o PM atirou nas costas do adolescente, segundo o pai. Ainda revoltado com a situação, o empresário disse que o PM só não atirou mais vezes porque foi contido por amigos.

“Os amigos dele foram segurá-lo e ele dizia ‘Me solta, me solta, porque eu sou policial, pra mim não vai dar nada, porque eu sou segurança do governador do Estado’”, contou o empresário.

Pedimos um posicionamento à Secretaria de Segurança Pública, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Pai e filho foram encaminhados ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) e receberam alta. Segundo o empresário, a bala ficou alojada no corpo do adolescente, porque a equipe médica avaliou que era mais prudente não retirá-la.

A PM

Segundo a Polícia Militar (PM), o sargento admitiu ter efetuado os disparos e alegou ter agido em legítima defesa, afirmando que as duas vítimas teriam lhe agredido.

A PM informou ainda que o caso aconteceu enquanto o militar estava de folga, mas que “já iniciou os procedimentos para análise de sua conduta”. A corporação enfatizou “que não compactua com nenhum tipo de desvio de conduta e está à disposição da justiça”.

O bar

A comunicação do Velho Texas disse que não registrou “nenhuma confusão dentro ou fora da casa enquanto ela estava funcionando” na madrugada deste domingo (30) e que não responde pela área de anexo do prédio, que funciona em frente ao local. A reportagem não conseguiu contato com o responsável pelo anexo. Apesar disso, no vídeo que circula na internet é possível ouvir clientes assustados e gritando por conta dos tiros e mencionando o bar em questão.

Fonte - Portal Informativo Cidades 

Nenhum comentário




Latest Articles