Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


GOVERNO DO ESTADO ASSINA DUAS ORDENS DE SERVIÇO EM NOVO GAMA


A solenidade contou com a presença de autoridades municipais, estaduais, representantes da Saneago e servidores

Os moradores de Novo Gama e Valparaíso poderão, em breve, contar com mais uma Estação de Tratamento de Efluentes – ETE, que beneficiará cerca de R$ 247 mil habitantes da região. As obras são do governo do Estado, em parceria com a Saneago e a Prefeitura Municipal, e custará mais de R$ 68,8 milhões.

Além da ordem de serviço para as obras da construção da ETE Santa Maria, na oportunidade, o Governo do Estado, por meio da Agehab, assinou a ordem de serviço para que também as obras da construção de 42 casas, à custo zero, advindas do programa Pra Ter Onde Morar e que vai beneficiar a vida de 42 famílias da cidade de Novo Gama.

“Estamos muito felizes por esse dia, falo em nome de toda a Saneago e diretoria, não é fácil chegar até esse momento, claro, a obra está começando, mas são obras de grande porte num raio próximo das cidades que vai beneficiar de forma positiva toda a comunidade. Obrigado ao Governo do Estado por todo apoio para que possamos tocar um trabalho técnico, com foco, investindo onde tem que investir de acordo com o planejamento estratégico da Saneago e com os contratos que temos com outras prefeituras.”, diz Ricardo Soavinski, presidente da Saneago.

Pedro Sales, secretário de infraestrutura do estado de Goiás, reforça seu entusiasmo com a construção da ETE.

“Desde que começamos o trabalho da secretaria, estudando de forma muito entusiasmada o assunto do saneamento, pude ver o quão vem sendo vertiginosa a evolução da Saneago com relação à organização das obras e a crescente reputação da companhia em sua credibilidade. Essa ETE Santa Maria é uma ETE estratégica pra aumentar a capacidade e aumentar a resposta ao entorno com relação a expansão do esgoto do entorno sul que se integra a várias outras providências. Outra coisa é que a partir de agora o Estado está num novo momento de seu desenvolvimento do saneamento básico, nós temos as três regiões de microsaneamento que juntas tomarão todas as decisões relacionadas ao saneamento básico do estado de Goiás.”, conclui.

Nenhum comentário




Latest Articles