Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


Vídeo: após praticar roubo, menor morre ao passar mal e cair de moto

Adolescente de 17 anos morreu no local e, ao lado do corpo, havia uma arma de brinquedo; ele e um comparsa tinham roubado a moto de um idoso


Reprodução/Câmera de Monitoramento

São Paulo – Um menor infrator de 17 anos morreu ao passar mal e cair de uma moto, segundos depois de ter roubado outra motocicleta com um comparsa, na manhã dessa terça-feira (7/11), na zona norte da capital paulista. O segundo suspeito, ainda não identificado ou preso, fugiu com a motocicleta de um idoso de 66 anos, vítima da dupla.

Uma câmera de monitoramento (assista abaixo) registrou a abordagem à vítima, ocorrida às 9h56 na Rua Antônio Palmieri, na Vila Medeiros.

O menor de 17 anos ocupa a garupa de uma moto, que emparelha com a Honda CB 650 da vítima, avaliada em R$ 51 mil. As imagens mostram que o adolescente ajuda a revistar o idoso e arrancar seu capacete. Durante a abordagem, o menor teria perguntado à vítima se ela era policial.

O idoso, segundo as imagens, fica nitidamente assustado e, após desembarcar de sua moto, corre para longe dos bandidos. O assalto dura pouco mais de 20 segundos.

O comparsa do menor embarca na moto da vítima, acelera e consegue fugir. O adolescente, pilotando a moto que já estava com a dupla, percorre cerca de dois metros, perde o controle e cai da motocicleta, ficando estendido na lateral da via.

Policiais militares foram acionados, assim como socorro médico para o adolescente. Ele morreu ainda no local, conforme constatado por um paramédico. Ao lado do corpo do menor, os PMs localizaram uma arma de brinquedo, usada no assalto.

A moto ocupada pelos suspeitos pertence ao avô do adolescente, que ficou sabendo do crime logo após a morte do neto. A causa ainda é apurada pela polícia, que aguarda laudo do Instituto Médico Legal.

Morte de adolescente foi confirmada ainda no local por paramédico Reprodução/Câmera de Monitoramento

Dupla aborda vítima na zona norte de SP Reprodução/Câmera de Monitoramento

Motos mais visadas em SP

O Metrópoles mostrou, no início deste mês, que os grandes bairros da zona sul lideram o ranking de roubo de motos na capital paulista.

Dados oficiais mostram, ainda, que 4 em cada 10 crimes dessa natureza aconteceram durante o fim de semana (38%) e que o período da noite, entre 18h e 23h59, é o preferido pelos ladrões para fazer as abordagens.

Para traçar o perfil dos roubos de motocicletas, o Metrópoles usou como base os dados da transparência da Secretaria da Segurança Pública (SSP), entre março e setembro, com 2.066 boletins de ocorrência.

Os números mostram que os bairros Campo Limpo (37º DP), com 113, e Capão Redondo (47º DP), com 91 casos, foram os locais com mais registros de roubos de motos na cidade de São Paulo nos sete meses analisados.

Ruas mais visadas

Grandes vias da zona sul formam as cinco primeiras do ranking de roubos, a começar pela Avenida Nações Unidas (a Marginal Pinheiros) e a Estrada de Itapecerica, ambas com 21 casos. Na sequência, aparecem a Avenida Interlagos e a Estrada do Campo Limpo, com 19 cada, e a Estrada do Alvarenga (16).

Entre os 10 modelos mais visados nos assaltos, quatro são variações da Honda CG 160 (Fan, Titan, Start e Cargo), moto bastante comum e muito usada por entregadores de aplicativo na cidade. Elas respondem por 18% das motocicletas roubadas em São Paulo (371).

Motos potentes também estão na mira dos ladrões. Entre elas, aparece o modelo CB 500F, com 500 cilindradas e custo a partir de R$ 40 mil, com 16 casos registrados no período.

Nenhum comentário




Latest Articles