Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


A divulgação da classificação dos professores substitutos temporários foi realizada.

O banco de reserva garante um ano letivo sem falta de professores na rede pública de ensino
 | Foto: Mary Leal/SEEDF

O Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) publicou os nomes de 43.596 profissionais que poderão ser contratados ao longo do ano letivo de 2024, à medida que houver necessidade nas escolas da rede pública de ensino.

No Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta quarta-feira (3), foi publicado o resultado final do processo seletivo simplificado destinado à formação do banco de reservas de professores substitutos temporários da Secretaria de Educação do DF (SEE-DF). A divulgação apresenta os nomes de 43.596 classificados que comporão o banco de professores substitutos, podendo ser contratados ao longo do ano letivo de 2024, conforme surgirem carências nas escolas da rede pública de ensino.

A lista está organizada por coordenação regional de ensino (CRE), componente curricular e turno. Esses profissionais serão contratados para cobrir afastamentos legais, como atestados médicos ou licenças, nos casos em que os professores efetivos se distanciarem da regência da turma.

Ana Paula Aguiar, subsecretária de Gestão de Pessoas, destaca que a formação desse banco de reserva é parte dos esforços da Secretaria de Educação para assegurar um ano letivo sem falta de professores na rede pública. No início de dezembro de 2023, a Subsecretaria de Gestão de Pessoas promoveu um curso de formação para cerca de 150 servidores destinados a atuar no programa Carência Zero.

O programa tem como objetivo garantir um ano letivo sem déficit de professores e supervisionar procedimentos como pré-modulação, conferência de carências de professores nas unidades de ensino, remanejamento de servidores efetivos excedentes e contratação temporária de professores substitutos.

“A Secretaria de Educação se planeja desde o ano anterior para que as escolas tenham seus profissionais já no primeiro dia de aula. As ações começam com um procedimento de remanejamento no segundo semestre, e várias ações subsequentes culminam para que todas as unidades escolares tenham os respectivos profissionais em sala de aula”, explica Ana Paula.

Nenhum comentário




Latest Articles