Page Nav

HIDE


Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


Agência do Trabalhador: gerente é exonerado ao assediar menor aprendiz

Gerente da Agência do Trabalhador teria apalpado os seios de uma menor aprendiz e chamado a adolescente de “meu amor”. A polícia investiga


Alto Astral/Reprodução

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) investiga suposto assédio sexual contra uma menor aprendiz dentro de uma Agência do Trabalhador. O crime teria envolvido dois servidores do órgão, que foram exonerados três dias após o episódio vir à tona.

O Metrópoles não vai divulgar o nome dos suspeitos nem mesmo a unidade da agência para evitar que a adolescente de 15 anos seja identificada.

Segundo o boletim de ocorrência, a garota estaria trabalhando e, de repente, um primeiro funcionário teria chegado por trás e beijado o pescoço dela.

No mesmo dia, o gerente, também por trás, teria abraçado a menor aprendiz e apalpado os seios dela. Ele teria ainda chamado a menina de “meu amor” e oferecido carona para casa.

“Não há informações de nenhum ato ‘explícito’, no sentido que ensejasse qualquer tipo de ‘nudez’. Mas, de fato, houve condutas no mínimo ‘inconvenientes’ que, somadas às declarações da ofendida, podem ensejar indiciamento”, destacou o delegado que apura o caso.

O inquérito já foi instaurado, e a PCDF faz a análise das imagens no momento. As inquirições já foram feitas.

De acordo com a investigação, os dois suspeitos tiveram condutas “isoladas” dos demais servidores da unidade em momentos distintos.

O Metrópoles entrou em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedet), responsável pela Agência do Trabalhador, e aguarda retorno.

Nenhum comentário




Latest Articles