Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


OBTUÁRIO - O Samba está de luto – Morre Jurandir Heleno

A família do samba do Distrito Federal amanheceu de luto. Faleceu na madrugada deste domingo (24/06) o fundador e ex-presidente da Escola de Samba Acadêmicos de Santa Maria, Jurandir Heleno da Silva, aos 53 anos. Ele estava internado há aproximadamente uma semana e três dias entrou em estado de coma e faleceu em decorrência da diabetes e hipertensão. Jurandir deixou um lema. Sua política ultrapassava as barreiras partidárias. “Era cultural”. 
“Ele foi um dos fundadores e dos que mais lutou para a evolução do carnaval da cidade. Foi durante a sua gestão que o carnaval local deu uma guinada. Saindo de bloco e se tornando definitivamente uma “escola de samba”.

Carioca da Vila Rosa em Campo Grande, Jurandir, durante o período que morou em Brasília, nunca escondeu o desejo de retornar para o estado carioca e tão logo conseguiu transferência (era servidor público do IPHAN), não pensou duas vezes, “pegou sua esposa e filhos” e rumou para a cidade maravilhosa e ali começou a desenvolver um verdadeiro trabalho comunitário no sub-bairro Santa Margarida.

Sempre defendendo a “comunidade do samba”, o eterno presidente já dirigiu escolas de samba do norte ao sul do Brasil, sempre mostrando competência e profissionalismo e foi em Santa Maria que, de acordo com muitos amigos, desenvolveu um dos seus melhores carnavais. Para começar, importou o samba enredo diretamente do Maranhão. A composição de Sami do Cavaco foi uma das melhores jamais feitas para a escola, onde a letra fez uma homenagem à cidade e falava de um dos melhores projetos feitos para a cidade. “Maria Bonita, seu projeto é bom, bom, bom, bom, é o exemplo da dignidade. Nesse balanço a alegria é geral, vou com Maria, neste carnaval...”.

Também foi no carnaval local que Jurandir enfrentou a perseguição da justiça e desmentiu cara-a-cara, bem como pediu retratação em um programa televisivo, onde o apresentador acusou ao vivo a escola de ser responsável por crime ocorrido nas proximidades do local de ensaio. Disse ele à época: - “O carnaval não vai parar porque vocês querem, o carnaval pode acabar por velhice e não por vontade de que não gosta da arte”.

Com a atual esposa, Veronice Alves Martins, ele deixou três filhos e a satisfação de ter uma companheira que o acompanhou por boa parte da vida, sempre lutando lado a lado com ele em seus projetos.

Com toda certeza a família do carnaval de Santa Maria jamais vai esquecer o seu “eterno presidente”, Jurandir Heleno da Silva, que infelizmente nos deixou antes do combinado, porém irá abrilhantar o carnaval lá de cima.

Leia mais em www.satelitenoticias.com.br

3 comentários

Anônimo disse...

Jurandir foium exemplo de força e determinação pela luta da arte na nossa cidade de santa maria, eu Denis Bueno, junto com varios atores e artitas tivemos o prazer de trabalhar com essa figura de pulso. A arte fica triste com sua partida com certeza... va em paz amigo.

Denis Bueno

Anônimo disse...

meu pai , foi um grande Homem , e eu vou seguir o seu exemplo . . . te amo de mais <3 '


Guilherme Martins '

Anônimo disse...

É, meu amigo... Você está fazendo falta...

Hélio Gomez




Latest Articles