Page Nav

HIDE

CLDF - Campanha Abuso Não

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


LUTO - Centenas de pessoas no adeus a Ezenilton

Uma multidão composta por funcionários da primeira gestão até a atual, amigos e parentes foram levar o último adeus a este que soube viver dignamente. 


O velório de Ezenilton José dos Santos Casado- 53 anos), iniciado às 13h, atraiu uma grande quantidade de amigos, admiradores, parentes e familiares de Santa Maria e várias localidades do Distrito Federal.

No velório, foram prestadas as últimas homenagens a este que foi um grande amigo, dentre elas, dois belíssimos hinos foram entoados pelo companheiro Waldir Pereira, cantados com a alma, até porque. Ezenilton professava a mesma fá (evangélico). O sepultamento que aconteceu às 4 e meia em ponto, contou com a presença do Dr. Alceu Prestes e Dr. Paulo Paracatu, Jornalistas Celso Araujo e Vital Furtado além de outras autoridades e formadores de opinião. 

Durante todo o cortejo, as demonstrações de carinho e amizade para com Ezenilton comoveu a família. Com certeza, foram cenas e palavras que ficarão marcadas na memória de todos os familiares e amigos verdadeiros que ali foram para levar seu último adeus.

“Essas demonstrações de afeto serão combustíveis para todos nós superarmos este momento difícil”, ressaltou um dos filhos do amigo que nos deixou.

De acordo com o Dr. Paulo Paracatu de quem Ezenilton era amigo muito próximo, o legado de bons exemplos deixados por ele, ficará na lembrança dos que lhe respeitavam e admiravam.. “A história de vida de Ezenilton era orgulho para família e para os verdadeiros amigos e ficará marcado na história de Santa Maria.”, disse o Jurista.

Ezenilton assumir cargos em praticamente todas as gestões administrativas de Santa Maria e, devido a sua história de luta pelo bem da cidade, disputou uma cadeira para a Câmara Legislativa do Distrito Federal na eleição passada, porém, não teve votos suficientes para ser eleito. Mesmo assim, seguia determinado em defender os interesses da comunidade por acreditar em dias melhores. 

Seu trato com as pessoas, o respeito por outros profissionais, fez com que o Jornalista Vital Furtado se tornasse seu amigo íntimo e grande admirador. “Não acredito em morte pro acaso, de repente ou coisa parecida. Acredito sim, que Jesus, tem o dia certo e a hora marcada para colher os seus. Não estou triste por termos perdido o Ezenilton, pelo contrário; estou feliz em saber que ele se tornou em mais um PEDRA PRECIOSA do JARDIM DE DEUS”, disse Vital Furtado

Desabafo de Vital Furtado pela perda do amigo.
“Amigos são coisas raras nas nossas vidas, por isso perde-los é muito difícil. Você sabe a dor de perder um amigo? E, pior ainda, você sabe a dor de perder um verdadeiro amigo? Se você não conhece essa dor não queira conhecê-la, pois, é uma das piores dores do mundo, não é uma dor física, mas, dói tanto que às vezes dá vontade de desistir e “jogar tudo para o alto” e sumir no mundo. Enfim, quando se perde um amigo, tudo que você vai fazer, mesmo sem querer, você se lembra dele, nos encontros, principalmente, nos grandes acontecimentos em prol da cidade. Quando se perde um amigo, além de tê-lo permanentemente na lembrança, você sente uma dor que parece nunca querer passar. Dê valor em seus verdadeiros amigos, (não os falsos), pois, quando perdê-los vai ver que o que eu escrevi é a mais pura realidade, uma realidade que ninguém quer conhecer, mesmo sabendo que ela existe.

(Eram seis horas e quinze minutos (6:15) da manhã, da sexta-feira 05/03). Eu tinha um compromisso na cidade do Guará, porém, decidi antes, abrir minha página do FB e ver se tinha alguma mensagem. Tinha sim, porém, a seguinte mensagem: Como Filho do EZENILTON, abri sua página no Face book para comunicar aos amigos que ele nos deixou.

Li a notícia duas vezes e, ao cair à ficha, simplesmente meu mundo desabou, as lágrimas me encheram os olhos, e que eu me recordo, esta foi à segunda vez que chorei por motivo de morte; a primeira vez foi com a morte de minha mãe, e hoje, com a morte desse grande amigo que foi EZENILTON.

Minha esposa, que também o conhecia, me esperava para irmos a tal compromisso e, quando me viu cheios de lágrimas me perguntou o que aconteceu? Ao lhe contar sobre o ocorrido, ela, preocupada comigo tornou e perguntar: Como é que você está? Respondi: TRISTE... A única palavra que posso dizer que sinto nesse momento. 

Acordar e receber como a primeira notícia do dia o falecimento de um grande amigo é uma das piores sensações que se pode sentir. Nesse instante tudo passou pela minha cabeça: RAIVA em não poder estar perto e me despedir e ver o rosto do amigo pela última vez. CULPA por não ter ligado, mandado uma mensagem falando que mesmo longe você eu me lembrava dele. E tempo e motivo eu sempre tive para fazer isso, até pelo fato dele ter sido grande amigo, leal, honesto, verdadeiro e prestativo. 

Depois desse grande desabafo, com as lágrimas ainda caindo dos olhos os sentimentos acima deram lugar a TRISTEZA, pois tudo agora ficará somente em minhas melhores lembranças. 

Passados cerca de uns quarenta minutos, meu coração começou a sentir um refrigério misturado com alegria. ALEGRIA sim, pois comecei a lembrar dos momentos em que EZENILTON feliz e descontraído falava do infinito amor de Jesus por seus pequeninos e por aqueles que o aceitaram co mo único e suficiente Salvador. Confesso que essa lembrança me deu conforto, coragem, força, fé, e muita fé para me deixar continuar a ser usado por Deus em sua obra, tal como foi o nosso Ezenilton que não morreu, mas, repousa no seio do Pai Abraão, até o dia em que nos apresentaremos diante o tribunal de Cristo, não para sermos julgados como os que impiamente se deleitaram em seus pecados, mas, sim, para sermos PARTICIPANTES DAS BODAS DO CORDEIRO. 

Aos familiares de EZENILTON, mesmo alegres por ele ter partido em Cristo Jesus, restará apenas uma saudade, mas, no fim uma certeza: “Se prevalecermos em Cristo até o fim assim como o nosso irmão Ezenilton prevaleceu, nos encontraremos nesse grande evento como participantes dos salvos no Senhor”.

“Vá em paz meu irmão, Lá veremos Abraão, Isaac, Jacó, assim como veremos a Jesus tal como Êle é”.





Fonte: Vital Furtado
Leia ainda em www.agenciasatelite.com.br

Nenhum comentário




Latest Articles