Em megaoperação com 40 homens, polícia prende suspeito de latrocínio

Suspeito teria roubado e assassinado um agente penitenciário

Do R7

Mateus Henrique é acusado de matar um policial civil e fugir com o carro da vítima em seguidaReprodução / TV Record

A Polícia do Distrito Federal mobilizou 40 homens nesta terça-feira (9) na prisão de suspeito de latrocínio contra um agente penitenciário. Mateus Henrique dos Santos é acusado de ter cometido o crime na madrugada de segunda-feira (8), perto de um bar em Sobradinho (DF).

Na 35ª Delegacia da Polícia Civil, Mateus negou a autoria do roubo seguido de assassinato. No entanto, segundo o delegado Rogério Henrique Rezende, os agentes coletaram provas suficientes para comprovar que ele teria cometido o crime no Setor de Mansões de Sobradinho II (DF).

— Ele se contradisse, uma vez que ele nega a autoria do crime, muito embora ele tenha nos apresentado a arma de fogo utilizada, o casaco que usava na hora do crime, bem como o som do carro, além de outras provas técnicas que o colocam na cena do crime.

Mateus foi encontrado escondido em uma casa, em Sobradinho II, e acabou preso em flagrante quando saía do local. Foi também por conta da descrição exata de como ele era, feita por testemunha que estavam na cena do crime, que a polícia conseguiu encontra-lo, com auxílio de agentes de outras regiões do DF.

Depois da morte do agente penitenciário, o acusado fugiu com o carro da vítima e foi parar em Sobradinho I (DF). O veículo estragou e, na tentativa de despistar os policiais, ele fugiu novamente. De acordo com a Polícia, Mateus já tinha passagens anteriores por agredir a própria mãe em 2013. Agora, se condenado por latrocínio, pode ficar até 30 anos preso.



Fonte R7/DF

Postar um comentário

0 Comentários