Casal é preso suspeito de violentar e matar filha de três anos

Segundo a Polícia Civil, a criança morreu em novembro de 2014, após práticas de violência na residência da família


Um casal foi preso na manhã desta quinta (2) suspeito de violentar sexualmente, espancar e provocar a morte da própria filha, de três anos de idade, em São Sebastião. Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal, a criança morreu em novembro de 2014, três horas após receber atendimento emergêncial em uma unidade hospitalar. 

De acordo com o delegado André Leite, da 30ª Delegacia de Polícia, a menina apresentava várias lesões provocadas por golpes violentos (espancamento), além de sinais de abuso sexual. 

Os pais da vítima, Emerson Perreira Fonseca, 31 anos, e Tatiane dos Anjos Santos, de 29 anos, são os principais suspeitos de terem cometido o crime. Em depoimento, o casal afirmou à polícia que perceberam as lesões da filha depois que ela voltou da creche. "Ela tinha saúde, brincava e era alegre. Estamos com a consciência limpa sobre o que aconteceu", contou o pai da vítima.

Ainda segundo o delegado, poucos vizinhos testemunharam sobre o casal por medo. "Eles relatam que ouviram gritos de dor da criança", afirmou André Leite. 

Pena

O casal pode responder por tortura e homicídio duplamente qualificado. Além disso, a pai da criança pode responder também por estupro. Se condenados, a pena pode chegar a 30 anos. 

* Com informações de Ingrid Soares


Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

Postar um comentário

0 Comentários