Policial Civil é morto a facadas por uma jovem de 18 anos

O policial civil morreu no interior do banheiro de sua residência
O policial civil morreu no interior do banheiro de sua residência
Na madrugada desta última quarta-feira (29) um policial civil de 31 anos foi assassinado a facadas no interior de sua própria residência em Bom Jesus de Goiás (246 km de Goiânia). De acordo com as primeiras informações do delegado responsável pelo caso Patrick Fernando Carniel, a vítima identificada como João Paulo Arantes teria conhecido Camila Souza da Silva de 18 anos em uma festa na Exposição Agropecuária da cidade e em seguida os dois foram para a casa do policial. “A jovem não soube explicar muito bem o crime, ela disse que tiveram uma discussão, mas não soube explicar o porquê”, informa o delegado. Após a discussão, o agente da Polícia Civil foi ao banheiro e a jovem correu para a cozinha onde pegou uma faca e esperou a vítima no quarto. Quando João Paulo se aproximou foi surpreendido por dois golpes de faca no peito. O policial na tentativa de fugir se trancou no banheiro e do lado de fora segundo depoimento da jovem, Camila ficou golpeando a porta com a faca. Como havia perdido muito sangue, João Paulo não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Vizinhos que ouviram a discussão vindo do interior da casa acionaram a Polícia Militar que ao chegar no local prendeu a acusada em flagrante e a conduziu à delegacia da cidade. Já no DP a acusada confessou o homicídio e alegou que o policial teria tentado agarrá-la. De acordo com a PM, Camila tem outra passagem pela polícia após uma tentativa de homicídio contra um conselheiro tutelar em fevereiro do ano passado. O corpo da vítima foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia. O caso segue em investigação pela Polícia Civil.





Fonte - Plantão Policial



Postar um comentário

0 Comentários