Mulher é presa três vezes em um mês por suspeita de roubos no DF

Ela foi flagrada com um parceiro roubando R$ 270 em uma padaria, diz PM. Suspeita usa facas e armas falsas; 'já ficou debochada', diz tenente da área.

Mateus RodriguesDo G1 DF

Mulher é suspeita de roubar cigarros e doces de padaria no Condomínio Privê em Ceilândia, no DF (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Policiais militares do Distrito Federal prenderam neste domingo (21), pela terceira vez desde o início do mês, uma mulher de 21 anos suspeita de diversos roubos no Condomínio Privê, emCeilândia. Segundo a corporação, ela foi flagrada roubando R$ 270, doces e cigarros de uma padaria da região, por volta das 7h30.

Um homem que também participava do crime foi preso, mas não tem passagem registrada pela polícia. O tenente da PM Herison Bezerra, que atua no patrulhamento da região, diz que a mulher é "velha conhecida" dos policiais e age com deboche ao ser capturada.

"Quando a gente fez a prisão, ela disse que não tinha problema algum, que não 'daria em nada mesmo'. Eles sabem que vão ser soltos. A gente foi fazer uma foto e ela já fez a cara de deboche, rindo da polícia", afirma o militar.

Segundo o tenente, a mulher mora no próprio condomínio e pratica os crimes contra vizinhos e trabalhadores da região, usando facas grandes e armas de fogo falsas. Após o roubo deste domingo, uma funcionária da padaria disse à PM que mora em frente à suspeita e que temia pela segurança da região.

"No fim de janeiro, ela foi encaminhada à delegacia por suspeita de roubo a um ônibus. Uma semana depois, foi detida de novo. Sábado passado [13], estava presa por um roubo a transeunte. Está muito complicado", diz.


Fonte - G1/Distrito Federal

Postar um comentário

0 Comentários