Luziânia é campeão do Campeonato Brasiliense 2016


O campeão do Distrito Federal foi conhecido hoje. O vencedor levou para sua sede um troféu com o desenho da réplica do Estádio Nacional Mané Garrincha, local da batalha do último jogo do Candangão 2016. 

No primeiro jogo o Luziânia venceu pelo placar de 2 a 0. Na partida de hoje o Luziânia poderia até perder por 1 a 0 que assim mesmo conquistaria o Bi Campeonato. Aos jogadores do Ceilândia só restava a difícil missão de vencer os goianos, que estavam invictos neste campeonato. A missão dos jogadores do Ceilândia não era somente vencer. Os mesmos teriam que ganhar o jogo de hoje por uma diferença de três ou mais gols para poder levar o título de campeão Candango 2016 para a cidade satélite de Ceilândia.

Vários ônibus sairam do centro de Luziânia com destino à capital federal para transportar a torcida azulina, que estava na expectativa de comemorar o segundo título do clube, depois da inédita conquista em 2014, no mesmo palco, contra o Brasília.

Além da vantagem construída no jogo de ida, o Luziânia ostentava um tabu que já durava 18 jogos seguidos sem saber o que é ser derrotado em jogos oficiais. A última derrota aconteceu em 25 de março de 2015. Curiosamente, para o próprio Ceilândia.

Invicto na competição, Luziânia se consagrou bi-campeão do Campeonato Brasiliense 2016, após vencer o Ceilândia por 1 a 0, com gol do atacante Tatuí. Com a vitória do primeiro jogo da final, por 2 a 0, o Azulino goiano podia perder para o Gato Preto por até um gol de diferença. Não foi o que aconteceu nesta tarde de sábado (7). 

O destaque do jogo foi o goleiro Edmar Sucuri, do Luziânia, que parou o ataque do Gato Preto. O gol do título foi marcado por Tatuí, aos 43 segundo tempo. O resultado deu ao time goiano os segundo título em três temporadas e vingou a derrota na final do campeonato de 2012. 



Fonte: Da redação com informações do Jornal de Brasília

Postar um comentário

0 Comentários