Vigilante apontado como serial killer tem júri por morte de jovem em bar

Tiago da Rocha, de 28 anos, já foi condenado por outros 10 assassinatos. Desta vez, ele será julgado pelo homicídio de Janaína Nicácio, em Goiânia.

Sílvio Túlio
Do G1 GO

Tiago vai a júri popular por homicídio pela sétima vez, em Goiânia (Foto: Murillo Velasco/G1)

O vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 28 anos, vai a júri popular nesta quinta-feira (8) pela morte da diarista Janaína Nicácio de Souza, de 24 anos. Segundo a denúncia, o crime ocorreu em um bar do Setor Jardim América, em Goiânia. Apontado como serial killer, o réu responde a mais de 30 assassinatos na capital.

Tiago já foi condenado por dez homicídios. Preso desde outubro de 2014, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, ele também já cumpre pena por roubo e porte ilegal de arma de fogo.

O julgamento está previsto para começar às 8h30, no 1º Tribunal do Júri de Goiânia. A sessão será presidida pelo juiz Eduardo Pio Mascarenhas.

Juliana morreu no dia 8 de maio de 2014. No dia do crime, ela estava com um amigo em uma mesa na calçada de um bar. Pouco antes do crime, o homem se levantou para ir ao banheiro. Conforme a denúncia, nesse momento, um homem chegou em uma motocicleta, desceu do veículo e atirou contra a vítima, que morreu ainda no local.

Um exame de microbalística confirmou que a bala que matou Janaína saiu da mesma arma apreendida com o vigilante. O Ministério Público de Goiás pede que ele seja condenado por homicídio duplamente qualificado, pois o crime foi cometido por motivo fútil e sem chances de defesa para a vítima.

Janaína foi assassinada com um tiro em um bar de Goiânia (Foto: Arquivo Pessoal/ Jean Carlos Nicácio)


Fonte - G1/Goiás

Postar um comentário

0 Comentários