Neto diz que voltar à Chapecoense lhe dá força para não 'afundar na depressão'

Zagueiro está junto com o novo elenco da equipe catarinense na apresentação para 2017

POR O GLOBO

Neto: 'Ou melhoro e represento aqueles caras do jeito que eram ou vou me afundar na depressão' - Reprodução

O zagueiro Neto, que esteve com o elenco da Chapecoense na reapresentação para a pré-temporada nesta sexta-feira, afirmou em entrevista coletiva que voltar ao trabalho é uma maneira de não "se afundar na depressão" e dar a volta por cima após a tragédia na Colômbia.

- Preciso primeiro recuperar minha saúde, e minha mente também. Estar aqui (na Chapecoense) é o que vai me dar força. Ou melhoro e represento aqueles caras do jeito que eram ou vou me afundar na depressão - disse o zagueiro.

Neto reconheceu que precisa de tempo para se recuperar mentalmente e fisicamente após o acidente. O zagueiro afirmou que ainda precisa recuperar 10 kg perdidos durante o período hospitalizado, em que praticamente não consumia alimentos sólidos.

- Ainda dependo de todo mundo. Minha esposa me dá banho, ainda não consigo fazer algumas coisas sozinho. Mas já sinto uma evolução desde que acordei na Colômbia e não reconhecia ninguém. É preciso dar tempo ao tempo - afirmou Neto.

Em mais de um momento, Neto lamentou a ausência dos companheiros mortos na queda da aeronave da LaMia, em novembro. Na ocasião, a Chapecoense viajava à Colômbia para disputar a final da Copa Sul-Americana, primeira decisão de um torneio internacional na história do clube.


- É uma situação muito diferente. Entrar em um clube que estava jogando uma final, com vários amigos, e agora muitos se foram.Uma hora eu teria que vir para cá e dar de frente com tudo que aconteceu. É difícil porque tinha gente que eu conhecia desde os 17 anos, a gente fica sentido com isso tudo. Jamais queria estar aqui sozinho. Queria estar com eles, comemorando, me apresentando alegre, como sempre foi.

REPRESENTAÇÃO DO ELENCO
Elenco da Chapecoense para 2017 é apresentado, com o zagueiro Neto ao centro - Reprodução/Fox Sports

Neto, de muletas, esteve na representação do elenco da Chapecoense, que inicia a pré-temporada nesta sexta-feira. O jogador é tido pela diretoria catarinense como uma das principais referências do time neste ano de reconstrução, especialmente para os jovens das divisões de base que serão incorporados à equipe profissional.

- As pessoas antes me viam como Neto, jogador da Chapecoense, e hoje me veem como um milagre. Eles (jogadores da Chapecoense) falaram: "Você ficou vivo, parabéns, você é um guerreiro". A gente fica feliz, porque eu quero ajudar o clube, eu estando aqui eu posso agregar alguma coisa aos meninos que estão chegando. Perguntam do acidente, está fresco na memória, eu lembro até o momento da batida do avião - comentou.

Oito reforços participaram do evento, cinco deles já apresentados oficialmente: o zagueiro Grolli, os meias Dodô e Nadson e os atacantes Niltinho e Rossi. Outros três - o lateral-direito Zeballos, o volante Andrei Girotto e o atacante Wellington Paulista - ainda vestirão o uniforme do clube. A ideia da diretoria é trabalhar com 25 ou 30 atletas.

Os reforços da Chapecoense para 2017

Destaque na Série C de 2016 pelo Juventude, o goleiro Elias reforçará a Chapecoense Foto: Divulgação
Elias - O goleiro, de 21 anos, foi um dos destaques do Juventude na campanha do título da Série C em 2016. Após renovar seu vínculo com o clube gaúcho até 2018, foi cedido por um ano para a Chapecoense.

Wellington Paulista treina pelo Fluminense nas Laranjeiras, em foto de 2015 Foto: Nelson Perez / Fluminense FC
Wellington Paulista - Vinculado ao Fluminense, o atacante que em 2016 atuou pela Ponte Preta e marcou dez gols em 39 jogos vai jogar na Chape em 2017. Ele será cedido pelo tricolor carioca por empréstimo, e a expectativa é de que assine contrato por uma temporada.

Andrei Girotto comemora um gol pelo Palmeiras em 2016 Foto: Cesar Greco / Fotoarena / Divulgação

Andrei Girotto - O volante, hoje com 24 anos, despontou no Palmeiras em 2015, quando fez um gol decisivo contra o Internacional, nas quartas de final da Copa do Brasil. Cedido em 2016 ao Kyoto Sanga, no Japão, Girotto será emprestado pelo clube paulista à Chape.

O lateral Diego Renan em sua passagem pelo Vasco, em 2014 Foto: Marcos Tristão / Agência O Globo

Diego Renan - O lateral-direito, de 26 anos e que também pode jogar na esquerda, disputou o Brasileiro de 2016 pelo Vitória. A contratação por parte da Chapecoense foi pedido do técnico Vagner Mancini, que dirigiu Diego Renan no rubro-negro baiano.

Douglas Grolli, zagueiro revelado pela Chapecoense, defendeu a Ponte Preta em 2016
Foto: Fábio Leoni / Divulgação Ponte Preta
Douglas Grolli - O zagueiro, de 27 anos, foi revelado pela própria Chapecoense, em 2011. Emprestado pelo Cruzeiro para ajudar na reconstrução do clube, este não será o primeiro retorno de Grolli à Chape: ele já havia voltado a vestir a camisa do clube catarinense, também por empréstimo, em 2014.

Dodô, que atuou pelo Figueirense na última temporada, é novamente emprestado pelo Atlético-MG,
agora para a Chape Foto: Luis Henrique / Divulgação Figueirense

Dodô - O meia, de 22 anos, pertence ao Atlético-MG, clube pelo qual foi revelado. Na última temporada, Dodô defendeu o Figueirense, também por empréstimo. Ele chega à Chape com vínculo de um ano, e os salários serão divididos entre o Atlético e a equipe catarinense.

Emilio Zeballos, 24 anos, é lateral-direito e vai reforçar a Chapecoense em 2017 Foto: Divulgação

Zeballos - O lateral-direito Emílio Zeballos, do Defensor, do Uruguai, tem 24 anos. O acerto com a Chape está praticamente garantido. "Quero ir logo ao Brasil para assinar, participar da apresentação e começar a pré-temporada", disse. O jogador é o sexto reforço para a temporada de 2017.

O meia Osman atuou pelo América-MG no Brasileiro de 2016 Foto: Divulgação

Osman - Aos 24 anos, o meia pertence ao Luverdense e jogou o Brasileiro de 2016 pelo América-MG, por empréstimo. Pelo clube mineiro, Osman fez 45 jogos e marcou oito gols.

O meia Nadson, de 27 anos, defendia o Paraná Foto: Reprodução

Nadson - O meia, de 27 anos, atuou em 2016 pelo Paraná, onde fez 42 jogos e marcou sete gols. Nadson já havia ficado próximo de assinar com a Chape na última temporada; à época, a diretoria paranaense vetou o negócio.

Niltinho, atacante que defendeu o Criciúma em 2016, reforça a Chapecoense
 Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma

Niltinho - O atacante, de 23 anos, tem passagem pelo Joinville, rival da Chape em Santa Catarina, e ficou próximo de um acerto com o Fluminense em 2015. No último ano, Niltinho vestiu a camisa do Criciúma, onde fez 46 jogos e marcou 4 gols.

Rossi, atacante que defendeu o Goiás em 2016, reforçará a Chapecoense Foto: Divulgação

Rossi - O atacante, de 23 anos, defendeu o Goiás em 2016 e marcou 11 gols em 44 partidas. Rossi passou pelas categorias de base de Fluminense e Flamengo, mas foi lançado profissionalmente pela Ponte Preta.

- O elenco que queremos trabahar é de 25 a 30 atletas, pooque é uma temporada com muitos jogos, de 70 a 80 partidas, isso com uma temporada de sucesso. Os atletas estão chegando ainda, não temos o grupo fechado, estamos fazendo contratações - disse o diretor de ffutebol, Rui Costa.

Confira a projeção do elenco da Chapecoense para 2017:

GOLEIROS: Elias, Luiz Felipe

ZAGUEIROS: Neto, Douglas Grolli, Scalon. Guarapuava, Luiz Otávio, Hiago e Fabrício Bruno

LATERAIS: Zeballos, Diego Renan e Gabriel

VOLANTES: Moisés, Moisés Gaúcho, Andrei Girotto, Lucas Marques, Andrei, Lucas Mineiro

MEIAS: Neném, Martinuccio, Nadson, Dodô, Osman e Bryan

ATACANTES: Rossi, Wellington Paulista, Niltinho, Wesley Natã, Perotti, Lourency

JOGOS DA CHAPECOENSE

21 de janeiro, Arena Condá, às 16h30m: amistoso com o Palmeiras, com renda revertida 100% para a Chapecoense;

26 de janeiro, Arena Condá, às 20h: estreia na Primeira Liga, contra o Joinville;

29 de janeiro, Arena Condá, às 17h: estreia no Campeonato Catarinense, contra o Internacional de Lages;

7 de março, na Venezuela, às 21h45m: estreia na Libertadores, contra o Zuliá.


Fonte - O Globo




Postar um comentário

0 Comentários