Ex-diretor de escola do DF acusado de pedofilia chora ao depor: ‘Arrependido’

Suspeito é acusado de abusar de 11 crianças e possuir acervo de mais de 100 mil imagens pornográficas de menores


O ex-diretor de escola Alessandro da Silva Santos, preso por pedofilia no Distrito Federal em setembro, depôs na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-tratos do Senado nesta quinta-feira (9).

Durante o depoimento, ele chorou e disse ter sofrido abusos na infância. “Estou muito constrangido e arrependido”, disse, segundo informações do site Metrópoles.

Silva Santos é acusado de abusar sexualmente de 11 crianças e possuir acervo de mais de 100 mil imagens pornográficas de menores. Na oitiva, ele negou ter cometido abusos contra alunos da escola onde trabalhava. “Lá eu tinha uma visão mais para me firmar no trabalho”, afirmou.


Notícias ao Minuto

Postar um comentário

0 Comentários