Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


MORADOR DENUNCIA QUE TAPARAM BURACO NO ASFALTO COM CACHORRO DENTRO, EM ITUMBIARA: 'REVOLTANTE'

Frederico Antônio Dias disse que animal já estava morto e que, após jogarem massa asfaltica sobre ele, parte do cão ficou exposta. Polícia Civil deve apurar caso.

Morador denuncia que taparam buraco no asfalto com cachorro dentro, em Itumbiara, Goiás 
Foto: Arquivo pessoal/Frederico Antônio Dias Barbosa

Um morador denuncia que taparam um buraco no asfalto com um cachorro dentro em Itumbiara, no sul de Goiás. O salgadeiro Frederico Antônio Dias Barbosa, de 21 anos, disse que o animal já estava morto e que, após jogarem massa asfaltica sobre ele, parte do cão ficou exposta (veja foto acima). Segundo ele, a população da cidade está revoltada.

“Isso é um pecado. Todos na cidade estão revoltados com isso. Viram que o cachorro já estava morto lá dentro do buraco, jogaram a massa asfáltica em cima e parte do cachorro ficou para fora do asfalto. É revoltante”, desabafou o morador.

O caso aconteceu na segunda-feira (21), na Avenida Dr. Celso Maeda, no Bairro Santa Rita. De acordo com o morador, no dia, um amigo passou pelo local e viu o animal coberto por asfalto no buraco. Ele disse que ficou indignado e, como mora perto, foi até lá e verificou a situação.

“Eu moro na rua, passei lá e vi também. Ontem estavam fazendo uma operação de tapar buracos no local. O famoso ‘tapa-buraco’”, disse.

A Prefeitura de Itumbiara disse que nenhum servidor da Secretaria de Obras e Pavimentação Asfáltica tapou o buraco com o cachorro lá dentro e que "alguma pessoa, por má-fé, cavou o buraco e jogou o animal dentro, cobrindo com asfalto".

Ainda de acordo com a prefeitura, o rolo compressor que passa sobre a massa asfáltica pesa quase 10 toneladas e, "se tivessem tapado o buraco com o animal dentro, não sobraria nada dele". Apesar disso, a equipe da prefeitura foi até o local nesta terça-feira (22) e retirou os restos do cão.

A Polícia Civil de Itumbiara informou que o delegado soube do caso pela imprensa e que está tomando as providências. Por enquanto, de acordo com a corporação, não há informações sobre a investigação.

Fonte - g1 Goiás

Nenhum comentário




Latest Articles