Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


MEDIDAS CAUTELARES - Alexandre de Moraes revoga prisão preventiva de Anderson Torres

Por entender que houve avanço na investigação criminal e realização de todas as diligências necessárias, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, revogou a prisão preventiva de Anderson Torres, ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro e ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal.

Ex-ministro da Justiça Anderson Torres é investigado por omissão em atos de 8/1 e estava preso desde janeiro

Torres estava no comando da segurança pública de Brasília em 8 de janeiro, quando manifestantes invadiram e depredaram as sedes do Supremo Tribunal Federal, o Congresso Nacional e o Palácio do Planalto.

Torres teve sua prisão preventiva decretada em 10 de janeiro, dois dias depois dos ataques de 8 de janeiro. Sua conduta é investigada no inquérito que apura a responsabilidade de autoridades naquele atos.

Na decisão, Alexandre explicou que, no atual momento, a manutenção da prisão preventiva do ex-ministro não seria adequada e proporcional, na medida que pode ser substituída por medidas cautelares.

Entre as obrigações impostas a Torres por Alexandre estão a proibição de se ausentar do Distrito Federal, o afastamento do cargo de delegado da Polícia Federal e o comparecimento à Vara de Execuções Penais do DF todas as segundas-feiras.

Alexandre também vedou a saída do país de Torres e determinou o cancelamento de todos os seus passaportes. Ele também está proibido de portar arma de fogo e utilizar as redes sociais. O descumprimento de qualquer uma das obrigações irá implicar a decretação imediata de prisão preventiva.

Clique aqui para ler a decisão
Inq 4.923

Fonte - Agência Brasil

Nenhum comentário




Latest Articles