Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


OBITUÁRIO - Apresentadora Palmirinha morre aos 91 anos e será velada nesta segunda-feira, em São Paulo

Ícone da TV, a apresentadora e cozinheira morreu neste domingo, após um agravamento de problemas renais crônicos. Ela tinha 91 anos e trabalhou por 13 anos em programas culinários da TV Gazeta.

Palmirinha Onofre, em foto de julho de 2014 — Foto: Iwi Onodera/EGO

A apresentadora Palmira Nery da Silva Onofre, a Vovó Palmirinha, será velada nesta segunda-feira (8), no Cemitério do Morumby, em São Paulo. Palmirinha morreu neste domingo (7), aos 91 anos.

A família informou que o corpo será velado das 9h às 17h, e haverá uma janela aberta ao público das 11h às 13h. O sepultamento será reservado aos amigos e familiares.

Comunicado da família sobre o velório de Palmirinha Onofre — Foto: Reprodução

'Ícone da TV'

Palmirinha Onofre morreu neste domingo, em São Paulo. Ela estava internada desde fevereiro, por problemas renais crônicos que se agravaram.

"A família, consternada e inconsolável, comunica o falecimento de Palmira Nery da Silva Onofre, a Vovó Palmirinha, aos 91 anos, ocorrido hoje, 7 de maio, às 11h20 em decorrência de agravamento de problemas renais crônicos. Ela estava internada na Unidade Paulista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, desde o dia 11 de abril", afirmou o post na conta oficial dela.

Em 2020, a apresentadora foi internada três vezes em menos de dois meses. Em outubro, ela tratou uma infecção urinária e, no início de dezembro, devido a um baixo índice de sódio no sangue, foi internada na UTI. No final daquele mês, teve de voltar ao hospital por causa de mais uma infecção urinária.

Famosos como a apresentadora Tatá Werneck e a modelo Isabella Fiorentino lamentaram o falecimento da "vovó mais querida do Brasil". Anderson Clayton, intérprete do fantoche Guinho (seu braço-direito nas receitas televisivas), publicou uma carta em homenagem à parceira.

Palmirinha morreu neste domingo (7), com problemas renais — Foto: Reprodução/Instagram

Trajetória

Morre Palmirinha Onofre

Palmirinha marcou a história da TV brasileira com suas participações em programas culinários. Veja abaixo alguns destaques de sua trajetória:

Estreia na TV

Palmirinha estreou na televisão no fim da década de 1980, em uma participação no programa da apresentadora Silvia Poppovic, na Band. Além de contar sua história como vendedora de salgados, presenteou a equipe com uma cesta de quitutes produzida por ela.

Relação com Ana Maria Braga

O carisma e o talento chamaram a atenção de Ana Maria Braga, à época, apresentadora da Record. Ela convidou Palmirinha para o seu programa, "Note e Anote", em 1993.

Foi Ana Maria, inclusive, quem transformou Palmira em “Palmirinha”, como ela ficou conhecida nacionalmente dali em diante. As duas sempre se tratavam no diminuitivo: Palmirinha e Aninha. Foram cinco anos juntas no "Note e Anote".

Em 2019, mais de 20 anos depois, Palmirinha foi convidada para participar do programa "Mais Você", na TV Globo (veja a foto abaixo).

Ana Maria Braga recebe Palmirinha no 'Mais Você' desta sexta (19) — Foto: João Cotta/Globo

Trabalho na TV Gazeta

Com a transferência de Ana Maria Braga para a TV Globo, Palmirinha seguiu um novo caminho e passou a ser colaboradora de programas da TV Gazeta. Em 1997, começou a ensinar receitas no clássico “Mulheres” e no "Pra Você".

Anos depois, ganhou um programa próprio: o "TV Culinária". Foi um marco em sua carreira.
Ela trabalhou por 13 anos na TV Gazeta.

Projetos pessoais

Em 2010, Palmirinha deixou a TV Gazeta para se dedicar a projetos pessoais.

Desde então, fez participações especiais de programas da TV Globo, como "Mais Você", "Caldeirão do Huck", "Altas Horas" e "Programa do Jô".

Palmirinha apresentou programas televisivos, mas sempre em projetos pontuais. O mais longo foi o “Programa da Palmirinha”, no canal fechado FOX Life, que foi veiculado por três anos, até 2015.

Seu último trabalho na TV foi em 2019, como jurada no reality "Chef ao Pé do Ouvido", no canal por assinatura GNT.

Ela sempre foi um sucesso nas redes sociais - seja pelo seu carisma ou pelos "deslizes" divertidos que cometia na cozinha. Foi citada no livro "Os 198 Maiores Memes Brasileiros que Você Respeita", de Kleyson Barbosa.

Fonte - G1/São Paulo



Nenhum comentário




Latest Articles