Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


POLÍCIA - Acusado de matar e carbonizar vítima no DF é condenado a 12 anos de prisão

Luciana Regina de Faria tinha 46 anos e foi encontrada carbonizada, em setembro de 2021. Roberto Oliveira Santos foi condenado pelo crime

Arquivo pessoal

A Justiça do Distrito Federal condenou Roberto Oliveira Santos a 12 anos e 1 mês de prisão por matar e queimar o corpo de Luciana Regina de Faria, 46 anos, em setembro de 2022. O criminoso responde por crime contra a vida e destruição de cadáver.

A sentença saiu nessa quarta-feira (3/5), definida no Fórum do Recanto das Emas. Roberto teve a prisão temporária convertida em preventiva em novembro último e continuará em regime fechado para cumprir a pena.

Diagnosticada com esquizofrenia, Luciana havia desaparecido em 31 de agosto de 2021. O corpo dela foi encontrado carbonizado em 10 de setembro, 10 dias após a família procurar a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

O criminoso foi flagrado por câmeras de segurança enquanto arrastava o corpo da vítima, dentro de um saco plástico, em plena luz do dia, na região do Recanto das Emas.


Veja imagens:

Pedido de aumento da pena

Apesar de fixada a pena, a defesa da família da vítima informou que entrará com recurso para aumentar a punição — considerada baixa pelos parentes da vítima, devido à gravidade do crime.

“Como teve destruição do cadáver, a perícia não conseguiu identificar se houve violação sexual. O corpo ficou cerca de quatro horas queimando. A família ficou dilacerada pela situação”, destacou a advogada Rayane Duarte Pereira.

Fonte - Metrópoles

Nenhum comentário




Latest Articles